15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
convencer pessoas

5 maneiras de convencer pessoas

A arte da persuasão é uma das expertises que você deveria dominar para ter ainda mais sucesso em 2018. Saber convencer as pessoas pode dar um gás nas vendas, aumentar os seus negócios e tornar as suas finanças mais saudáveis.

Muitas vezes a gente tem um produto ou serviço bom nas mãos, porém não tem a habilidade de vender e transformar aquele talvez em um sim. Se você aprender a convencer seus contatos, terá mais chances de convertê-los em consumidores e expandir a sua empresa.

E não estamos falando de técnicas desonestas de vendas – que existem aos montes por aí. Para convencer uma pessoa, basta ouvi-la. Muitas vezes os argumentos de convencimento estão bem ali, no discurso do seu interlocutor.

Confira as dicas e aprenda 5 maneiras de convencer pessoas:

1) Deixe-as falar

1-deixe-as-falar

Quando foi a última vez que alguém o convenceu de algo falando sem parar? Provavelmente nunca. Mesmo que você finja prestar atenção, você ainda estará pensando na sua maneira de fazer as coisas. E ao mesmo tempo, você fica irritado com a pessoa na sua frente que não está interessada em sua opinião.

A abordagem oposta é muito mais eficaz: ouça respeitosamente a outra pessoa. Na verdade, deixe-os falar primeiro. Assim que você decidir que deseja convencê-los, diga: “Eu adoraria saber sua opinião sobre X. Você poderia compartilhá-la comigo?”.

Outras opções podem ser: “Eu sei que você tem algumas opiniões sobre Y. Você está aberto para discuti-las?”, “Você parece ter opiniões fortes sobre o assunto. Seria ótimo ouvir seu raciocínio” ou “Vamos falar sobre Z. Por favor, me diga o que você pensa”.

O importante é que você sempre ouça o que a outra pessoa tem a dizer, para que ela não diga que você a está tentando convencer por não entender o seu ponto de vista.

2) Corresponda ao seu pensamento

2-corresponda-seu-pensamento

Usar as mesmas motivações do seu interlocutor é uma técnica de persuasão inteligente. Pesquisas comprovam que usar o mesmo tipo de raciocínio que a pessoa que você está tentando convencer é muito mais eficaz do que usar uma diferente.

Portanto, se a outra pessoa está sendo lógica, use a lógica também. Se, por outro lado, eles estão tomando decisões com base em suas emoções, use um argumento emocional.

Digamos que você está falando com um lead que não tem certeza sobre a mudança de fornecedor, já que utilizam o mesmo há 10 anos e realmente gostam dele. Esse é um raciocínio emocional, e a lógica não vai funcionar. Não adianta dizer que o custo irá reduzir ou que o seu serviço é melhor.

Em vez disso, diga: “Eu entendo completamente. Nós tentamos fornecer esse mesmo nível de suporte e confiança para todos os nossos clientes. Na verdade, durante o seu primeiro ano, nós fornecemos um segundo gerente de conta, sem custo extra, para garantir que sua transição seja tranquila e você se sinta seguro “.

Não sabe como diferenciar os argumentos emocionais e os lógicos? Preste atenção nas palavras que a outra pessoa está usando.

Palavras de raciocínio lógico: analisar, calcular, concluir, obrigar, determinar, descobrir, encontrar, hipótese, prever, revelar, pensar, validar, verificar.

Palavras de raciocínio emocional: acreditar, sentir, achar, imaginar, intuição, suponho, suspeito.

3) Elogie sua maneira de pensar

3-elogie-maneira-pensar

Na próxima vez que um lead disser algo que você concorda, responda: “Parece que você já pensou nisso”.

De acordo com um estudo publicado no The Journal of Personality and Social Psychology, “Os indivíduos que foram levados a acreditar que pensaram muito em uma coisa sentiram mais certeza sobre a atitude resultante do que as pessoas que foram levadas a acreditar que tinham pensado apenas um pouco sobre a mesma mensagem”.

Quando os pensamentos são validados, as pessoas são convencidas muito facilmente de que devem realizar a compra.

Você também pode dizer coisas como “Você tem razão”, “Vou pensar mais sobre o que você disse” ou “Eu queria que mais pessoas tivessem sua capacidade de considerar ambos os lados da questão”.

4) Apresente contra-argumentos

4-apresente-contra-argumentos

Você não só deve estar preparado para qualquer contra-argumento que a outra pessoa traz, mas pode até considerar em apresentá-los você mesmo.

Pode parecer loucura. No entanto, uma meta-análise feita com 107 estudos, com um total de 20.111 participantes, mostrou que, em geral, os argumentos de dois lados são mais persuasivos que os unilaterais.

A chave é refutar o contra-argumento logo depois de levantá-lo – caso contrário, essa abordagem não funciona. Colocar suas cartas na mesa imediatamente torna você mais confiável. Mas você não quer deixar nenhum problema potencial sem solução, então ofereça imediatamente a resposta.

Porque você ganhou a confiança do prospecto, esta explicação será mais impactante do que se você esperasse que ele abordasse o tema. Você pode até introduzir um ponto que você não acha que eles teriam abordado. Mais uma vez, isso parece ser contraproducente – mas aumentará sua confiabilidade e tornará você mais convincente.

5) Seja claro e direto

5-seja-claro-e-direto

A força do seu argumento não importa se o seu público não pode entender. E isso é válido se você está falando sobre uma teoria complexa ou sobre o funcionamento do seu produto. Pode ser tentador preencher suas explicações com palavras complicadas, jargões e palavras-chave da indústria, mas você só confundirá seus clientes potenciais e perderá a venda.

Com isso em mente, fale o mais claramente possível. Por exemplo:

Errado: “Desenvolvemos um pipeline em tempo real que analisa o fluxo completo do Twitter, depois limpa, transforma e executa sentimentos em uma análise multidimensional dos tweets que foram relacionados à campanha e, finalmente, oferece uma valiosa plataforma de decisão tempo real”

Certo: “Nossa ferramenta pega os dados das contas do Twitter, analisa-os e coloca as informações relevantes em um painel de controle fácil de usar. Atualiza em tempo real, então você sempre terá as informações que precisa ao seu alcance”.

É óbvio qual descrição é mais convincente: a segunda.

Quando você não tem certeza se você está sendo direto o suficiente, finja que você está falando com um estudante do ensino fundamental. Esta estratégia irá ajudá-lo a escolher linguagem clara e compreensível.

Gostou das dicas? Não deixe de comentar o post abaixo!

gamificação
Post anterior
Use a gamificação na sua estratégia de marketing
publicidade nas redes sociais
Próximo post
Como aplicar o Funil de Vendas em publicidade nas redes sociais

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!