15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
email marketing que engaja

9 dicas para criar uma campanha de email marketing que engaja

Agora que o bate-papo e as conversas informais basicamente se mudaram para plataformas como Facebook e Instagram, o email passou a ser utilizado basicamente para os negócios. Assim como a maioria dos usuários, você provavelmente encontra a sua caixa de entrada lotada de ofertas e oportunidades “imperdíveis” a cada manhã.

Enquanto profissional de marketing, você provavelmente sabe o quão importante é o email marketing. O problema é que, se suas campanhas de email marketing não se destacarem, você será apenas mais um no meio de um dilúvio de conteúdo que ninguém quer ler – o que é um desperdício de tempo, esforço e oportunidade.

Então, como você cria uma campanha de email marketing que as pessoas vão, 1) prestar atenção e, 2) realmente realizar a ação que você deseja?

Aqui estão algumas dicas fáceis para executar uma campanha eficaz de email marketing:

1. Conquiste-os com uma linha de assunto atraente

linha de assunto atraente

Esta é uma dica super básica, mas vale a pena repetir porque é essencial. Quando se trata de email marketing, você precisa convencer as pessoas de que vale a pena abrir seu email em primeiro lugar.

Quando o assunto são as linhas de assunto de email, quanto mais simples, melhor. Se o conteúdo que você está promovendo tiver um título intrigante, você poderá simplesmente incluí-lo na linha de assunto. Mas esta não é necessariamente a abordagem mais eficaz.

Digamos que você esteja promovendo um artigo publicado em seu blog. Se você fizer da linha de assunto o título do artigo, isso significa que, quando eles abrirem seu email, eles receberão o mesmo título no corpo do email, o que é repetitivo. Mas se você puxar a estatística mais chocante ou fato de seu artigo e fizer a linha de assunto baseada nisso, então os leitores se sentirão atraídos para descobrir mais. E logo descobrirão o título igualmente atraente do artigo. Pronto, agora eles PRECISAM clicar no seu site.

Outra boa maneira de atrair a atenção dos leitores é brincar com suas expectativas. Por exemplo, a revista americana Foundr enviou recentemente um email com a linha de assunto “Como fazer mais enquanto tira uma soneca”. Ora, essa é uma ideia intrigante sobre a qual muitas pessoas gostariam de saber mais.

Você provavelmente também notou mais marcas enviando emails com emojis na linha de assunto. De acordo com o Campaign Monitor, as marcas que usam emojis em suas linhas de assunto tiveram um aumento nas taxas de abertura de 45%. Mas tenha cuidado para não exagerar e, definitivamente, não os use se o conteúdo do email abordar um assunto sério.

2. Crie designs de email atraentes

design atraente

Se um email é difícil de ler, é provável que os usuários parem de se envolver com ele. Ter um design de email claro, nítido e criativo é essencial para o envolvimento do cliente. Usar imagens atraentes e relevantes com pequenos blocos de texto incentivará os clientes a ler todo o email.

Não é apenas importante ter um design de email que funciona bem para os leitores de desktop. Você também precisa garantir que seus boletins informativos sejam facilmente adaptáveis aos dispositivos móveis. Em 2018, mais de 68% dos emails foram abertos em um dispositivo móvel. Usar o design responsivo para dispositivos móveis é crucial para atrair a atenção do leitor de maneira envolvente.

3. Ofereça valor real aos seus assinantes

ofereça valor real

Não é suficiente simplesmente dizer: “Olha o que temos aqui pra você!” Todos os assinantes de email recebem algumas dezenas de ofertas todos os dias. Quem tem tempo para olhar tudo?

O valor real pode vir de várias formas diferentes: pode ser algo valioso por sua exclusividade, como um desconto ou um conteúdo interessante e gratuito, como um e-book, também pode ser uma informação valiosa, como um artigo que conduz os leitores por um processo, pode até ser um conteúdo com valor emocional, como um vídeo inspirador que os assinantes vão querer compartilhar com seus amigos.

Confira alguns valores que você pode compartilhar com seus assinantes:

a) Valor exclusivo

Uma boa maneira de oferecer valor real aos clientes é por meio de ofertas exclusivas. Muitas marcas tentam essa abordagem, mas nem sempre são eficazes.

Não basta simplesmente dizer: “Aqui está uma ótima oferta!” Você precisa fazer com que as pessoas tenham interesse em comprar o seu produto em primeiro lugar, mostrando imediatamente o quanto ele é vantajoso para os usuários.

b) Informação valiosa

Uma empresa que oferece valor real aos assinantes com cada email de marketing que enviam é Statista (https://www.statista.com/). Eles têm uma campanha diária em andamento, chamada “Gráfico do dia”, que promove um relatório de dados em seu site. Esses emails geralmente têm uma breve descrição dos dados e um gráfico exemplar. Isso significa que todos os emails que eles enviam como parte dessa campanha oferecem aos assinantes novas informações, sem que seja pressionada a venda.

Dito isto, não é aconselhável que todas as empresas enviem emails diários. Mas como o Statista é um site focado em estatísticas de última hora, faz sentido que os assinantes tenham interesse em atualizações diárias. Eles são uma exceção.

c) Valor emocional

O valor também pode ser emocional. Por exemplo, a Upwork (www.upwork.com) enviou uma campanha por email no dia do trabalho, que incluiu três vídeos com perfis de empresas e freelancers que usam o Upwork. Essas histórias foram grandes impulsionadores da moral dos usuários do serviço.

4. Mantenha seu email curto e direto ao ponto

email curto e direto

Enquanto os emails do Statista são como mini relatórios, a maioria dos emails da campanha de marketing devem ser ainda mais curtos. Isso é especialmente verdadeiro se você estiver promovendo um artigo ou um vídeo. Lembre-se, o objetivo de uma campanha de email marketing é fazer com que os assinantes cliquem no seu site. Ofereça-lhes apenas a menor e mais suculenta isca que os fará querer aprender mais.

Segundo especialistas, um email marketing não deve ter mais de três frases. Apenas o suficiente para dar-lhes uma noção do que você está promovendo, sem se aprofundar muito.

Uma boa tática é oferecer uma amostra das frases mais polêmicas e contundentes de um artigo e um grande botão de CTA (call to action) convidando o usuário a continuar a leitura. Geralmente funciona muito bem.

5. Crie conteúdo dinâmico e narrativo

conteúdo dinâmico e interativo

O conteúdo que envolve a narração de histórias e inspira seus leitores fornece um valor único à sua experiência online. Ao criar campanhas por email, é importante incluir conteúdo relevante relacionado à mensagem da sua marca e aos interesses de seus inscritos.

Uma das melhores maneiras de fazer isso é criar um boletim informativo por email que seja rico em conteúdo de valor agregado, incluindo notícias, histórias de sucesso de clientes, dicas e muito mais. De acordo com um artigo publicado na Forbes, a geração do milênio não se envolve mais com anúncios puros – as pessoas esperam mais de marcas e conteúdo online.

Estamos ligados a narrativas bem contadas… embora a credibilidade seja muito importante, você deve fazer com que o público sinta as coisas para obrigar a ação. Conectar-se com seus inscritos de maneira pessoal por meio de conteúdo interessante pode incentivá-los a converter-se em clientes e a explorar seus produtos.

Um exemplo de conteúdo envolvente é o artigo publicado pelo OkCupid, um aplicativo de encontros online que lançou o “Dicionário para os encontros modernos”. A OkCupid atraiu seus clientes, ajudando-os a navegar pelos diferentes termos de namoro que as pessoas usam atualmente no confuso mundo dos encontros online. Este dicionário é bem humorado e ligeiramente arriscado para uma marca – ele não promove diretamente o OkCupid nem aparece como um anúncio – em vez disso, ele funciona para se conectar com os leitores.

Quando uma marca é capaz de se conectar com seu público em um nível pessoal, ela é capaz de construir um relacionamento duradouro e impulsionar a aquisição e a conversão de clientes.

6. Não exagere na quantidade

quantidade de email

Embora algumas empresas usem uma abordagem diária de email, não é aconselhável que todas as pessoas o façam. Muitas vezes, os assinantes ficam frustrados com os emails diários. A escassez tem algo a ver com isso – embora você possa pensar que os emails frequentes mostram que você está envolvido com seus inscritos, é provável que seus inscritos não queiram ouvir muito sobre você.

O problema é que não há regras rígidas para a frequência com que você deve enviar emails para seus inscritos. A frequência de emails que os assinantes aceitarão varia de acordo com o setor e a marca. Você precisará monitorar suas métricas ao longo de alguns meses para ver qual é o comportamento de seus inscritos.

As métricas que você deve acompanhar com mais atenção são: Taxa de cliques, taxa de conversão, taxa de rejeição, taxa de crescimento, taxa de compartilhamento e encaminhamento de email, e ROI geral.

7. Faça um mix com diferentes tipos de conteúdo

diferentes tipos de conteúdos

Seguindo a mesma linha de raciocínio, também é uma boa ideia misturar os tipos de email que você envia. Por exemplo, você pode enviar um email toda vez que publicar um novo artigo no blog da sua marca, e esses emails podem seguir um formato semelhante de imagens de cabeçalho, título do artigo e breve descrição. Mas não faça desse o único tipo de email que você envia.

Se você enviar um email no mesmo formato todas as vezes, os inscritos cansam. Se eles não acharem esse tipo de email valioso, há uma boa chance de que eles cancelem a inscrição (ou continuem excluindo suas mensagens). E esse tipo de recepção pode fazer com que os seus emails sejam classificados como indesejados pelas ferramentas de email, prejudicando seus envios futuros.

Por exemplo, procure maneiras de tornar algumas de suas campanhas de email interativas. Os emails interativos são uma boa pausa da parede de conteúdo que as marcas normalmente esperam que os assinantes leiam. Pode ser uma pesquisa, uma enquete, uma campanha de conteúdo gerado pelo usuário… a imaginação é o limite.

8. Simplifique

simplifique

Às vezes, emails simples que falam francamente com os assinantes também são eficazes. Você não precisa sempre gastar todos os seus recursos criando emails visualmente e textualmente sofisticados. Muitas vezes um texto simples pedindo alguma coisa (como um like na sua página no Facebook, por exemplo) pode repercutir melhor com a sua audiência. Emails como esse são legais porque são claros, diretos e não parecem spam.

Na verdade, quando se trata de email marketing, às vezes é melhor deixar de fora as imagens, GIFS e vídeos. Às vezes, um simples par de frases e um link é o caminho mais eficaz.

Muitas vezes quando nos deparamos com emails que contém grandes banners e frases como “50% DE DESCONTO SOMENTE HOJE” e GIFS piscando, o cérebro tende a registrar o email como um discurso de vendas. E muitas vezes vamos simplesmente excluí-lo.

No entanto, quando recebemos um email personalizado, com algumas frases simples que parecem ter vindo de um ser humano real, aproveitamos para lê-las. Mesmo que os dois tipos de emails digam a mesma coisa, o email mais direto parece ser mais sincero. Esse tipo de email simplificado é particularmente bom para quando você entra em contato com uma base de clientes fiéis que investiu uma certa quantia de tempo e dinheiro em seu produto ou serviço.

9. Descubra o que funciona para você

o que funciona

Essas são dicas que funcionaram para muitas empresas no passado, mas, dependendo da sua indústria e público específico, talvez seja necessário ajustar esses métodos. Como mencionado anteriormente, acompanhe suas métricas de email marketing e como seus inscritos reagem a suas campanhas.

Lembre-se de que a última coisa que você deseja é que suas campanhas de email marketing fiquem estagnadas. Se você vir suas taxas de abertura e de cliques diminuindo, é hora de mudar de tática. Ajuste o número de emails que você envia em uma determinada semana, adote uma nova abordagem para suas linhas de assunto e inclua diferentes tipos de conteúdo nos corpos dos seus emails.

Gostou das dicas? Tem algo a acrescentar? Use a caixa de comentários abaixo!

revenda de email marketing
Post anterior
Como aumentar o lucro da sua agência digital com a revenda de email marketing
Próximo post
Email marketing de retenção: 10 tipos de emails para fidelizar consumidores

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!