15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
capa-cinco-dicas-para-o-sucesso-na-automacao-do-seu-email-marketing

Cinco dicas para o sucesso na automação do seu email marketing

As campanhas de email marketing da atualidade são muito diferentes daquelas que eram enviadas dez ou até cinco anos atrás. No passado, os profissionais de marketing tinham uma abordagem mais displicente e contavam com a sorte. As campanhas se resumiam a simplesmente enviar emails gerais para toda a sua lista de contatos e torcer pelo melhor.

Mas hoje em dia as coisas são diferentes. Os assinantes estão cada vez mais exigentes e cientes dos truques de marketing, e esperam que o conteúdo seja personalizado para eles. Receber o mesmo conteúdo duas vezes também é inadmissível.

Para corresponder a essa expectativa dos assinantes, observamos nos últimos anos um crescimento real em tecnologia de marketing que é fácil de usar e que pode oferecer essa experiência mais personalizada. O funil de vendas baseado em conteúdo enviado por email está aumentando em popularidade como uma maneira de educar os prospects e os novos clientes sobre os produtos e serviços prestados pelas empresas.

Esse modelo de marketing exige que um conjunto específico de emails seja enviado em uma determinada ordem – o que costumava ser uma tarefa muito complexa para os profissionais de marketing antigamente. Hoje, no entanto, as ferramentas de automação de marketing de email são fáceis de encontrar e realmente simplificam as coisas.

Portanto, veja algumas dicas para criar uma série de emails automatizada perfeita para sua empresa e ter resultados incríveis:

1) Comece com a linha de assunto

automação

Parece óbvio, mas muitas empresas ainda não dão o devido valor a uma linha de assunto realmente boa e que ressoará com os leitores e clientes. Não é necessário confiar apenas no instinto para descobrir qual é a melhor linha de assunto: analise seu site, blogs e as redes sociais em geral para descobrir quais assuntos estão bombando. Outra boa alternativa é solicitar uma pesquisa de opinião para descobrir em quais tópicos as pessoas estão mais interessadas e em quais elas estão menos informadas.

Existem muitas empresas no mercado que podem servir como um exemplo de como fazer isso direito. Inscreva-se na newsletter de negócios concorrentes e também de empresas que não atuam no seu segmento mas são bem sucedidas no email marketing para entender o que funciona ou não nas linhas de assunto. Um bom exemplo é o Buffer, uma plataforma de gerenciamento de mídia social, que precisa educar seus usuários não apenas em como usar a ferramenta, mas também em como se destacar no marketing de mídia social. O Buffer faz a curadoria de um curso por email de dez dias sobre “tornar-se um especialista em redes sociais”. O título diz tudo, descrevendo o conteúdo do curso e apelando para os desejos das pessoas que estão recebendo o email.

2) Lembre-se das regras clássicas de escrita

automação

Não importa se você está escrevendo um e-book, um outdoor ou um email automatizado. Seus emails devem ser um prazer para ler, e a sua escrita deve incentivar os assinantes através do seu conteúdo com o mínimo de esforço possível.

Lembre-se destas três regras úteis para redigir um texto de marketing eficaz:

Problema

Agitação

Solução

Isso é chamado de fórmula PAS. Comece descrevendo um problema no resumo. Em seguida, agite esse problema ligando-o a uma situação mais específica com a qual o leitor pode se identificar. Por fim, ofereça uma solução para o problema que você descreveu. Ao seguir essa estrutura, use palavras sensoriais, evoque a imaginação de um leitor, formule frases sonoras e certifique-se de explicar claramente seu argumento.

3) Não é apenas um email, é o seu produto

automação

Vamos voltar ao case do Buffer citado anteriormente. Se a empresa abordar o assunto como se fosse apenas um curso por email, corre o risco de colocá-lo em uma prioridade mais baixa para os usuários. Um curso de email automatizado para educar os clientes deve ser visto pelo que é: um produto.

Isso significa que é necessário comercializar o curso por email como se fosse um dos produtos oferecidos pela empresa, criando uma página de destino eficaz, linkando-a em todo o site e apresentando depoimentos positivos de usuários satisfeitos.

4) Respeite o tempo dos seus leitores

automação

Pense em quanto tempo você gasta pessoalmente lendo emails de suas marcas favoritas. Mesmo que seja uma marca de que você realmente goste e compre regularmente, é provável que você gaste apenas alguns minutos ou mesmo segundos interagindo com o conteúdo de email enviado semanalmente.

Crie seu fluxo de emails automatizados tendo isso em mente: não sobrecarregue seus leitores com mais conteúdo do que eles podem administrar, pois você estará correndo o risco de perdê-los para sempre. Depois que os usuários notarem que seus emails são “muito longos” ou “muito frequentes”, pode ser difícil reverter a decisão.

Mantenha seus emails curtos e seja transparente com os inscritos sobre o volume de emails que eles podem esperar de você. Analise cuidadosamente dados como cliques em links do email para tentar definir quanto tempo a atenção dos assinantes realmente dura e crie seus futuros emails de acordo.

5) Não encerre o ciclo de automação com o último email

automação

No momento em que sua série de emails for concluída, é provável que alguns dos inscritos no início tenham desistido antes do final. Por isso, é muito importante que você faça algo produtivo com esse pequeno segmento de pessoas que ainda estão engajadas, ainda querendo mais.

Convide-os a compartilhar conteúdo sobre sua empresa nas redes sociais, peça opiniões e feedbacks sobre o fluxo de emails automatizados. Certifique-se de que os seus contatos sejam continuamente atualizados com conteúdo, como webinars ou e-books: o importante é mantê-los interessados na sua marca.

Campanhas de email marketing podem dar vida ao seu conteúdo já existente, e essas campanhas são muito simples de criar e gerenciar. Quando bem feita, uma série de emails educativos pode atrair novos consumidores e manter os clientes existentes envolvidos, tornando o email marketing automatizado uma poderosa ferramenta para os profissionais de marketing.

E você, já está usando ferramentas de automação em suas campanhas de email marketing? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários!

capa-lei-protecao-dados-pessoais-brasil
Post anterior
Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais no Brasil: o que é e quais as consequências para profissionais de marketing
capa-automacao-email-mkt
Próximo post
Sete recursos de automação no email marketing para você gerar melhores resultados

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!