15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true

Código de ética do email marketing

Você já leu aqui no nosso site  sobre os 5 princípios básicos de qualquer campanha que use email marketing. Mais do que esses cuidados, aqui vão alguns princípios defendidos por profissionais especializados para manter a boa imagem da sua empresa e o sucesso da sua campanha:

Opt-in / emails solicitados: você jamais enviará newsletters a peças de email marketing a quem não solicitou ou não autorizou previamente este envio à sua empresa. Em formulários de cadastro, a opção por recebimento de newsletters geralmente estão marcadas por default. Torne este opt-in visualmente claro, para não receber reclamações mais tarde.

Remetente claro: por mais que o usuário tenha autorizado o envio da sua newsletter, ele pode não lembrar de ter feito tal opção. Para que ele não se assuste com a chegada de um email aparentemente desconhecido, deixe o remetente da sua mensagem bastante claro. De preferência, escolha o nome da sua marca e não de uma campanha ou de um produto específico.

Opt-out / descadastramento: evidenciar a opção por não receber mais a newsletter pode parecer um tiro no pé, mas se trata de um gesto de total respeito ao usuário. Assim, deve ser preservado com visibilidade e, sobretudo, eficácia. Se alguém optou por não receber mais os emails da sua empresa, respeite. E busque outras maneiras de atrair esse cliente.

Endereço para retorno: um dos erros mais frequentes de emails marketing é que eles não trazem um endereço eletrônico para o usuário entrar em contato com a marca através da própria peça. Nestes casos, o cliente tem de entrar no site e procurar pela sempre pouco eficiente ferramenta de “Fale Conosco”. Lembre-se de que o email é uma tecnologia naturalmente dialógica e precisa dar a opção de o usuário continuar a conversa. Portanto, não esqueça de informar um email válido no campo do remetente ou no corpo da newsletter.

Tamanho/peso: seus clientes podem acessar o correio eletrônico de diferentes lugares: em casa, no trabalho, em lanhouses, bibliotecas etc. Cada um desses lugares pode ter uma velocidade de conexão diferente. Na dúvida, esteja preparado para qualquer uma delas enviando emails marketing leves, que não pesem mais do que 50kb (tamanho recomendado pelo IAB). Isso vai ajudar o usuário na hora de abrir o email, de lê-lo, entre tantos outros que sua inbox deve receber e até na hora de repassá-lo aos seus contatos – o que seria um grande bônus à sua campanha.

Executáveis: por mais harduser em Internet que o seu cliente seja, arquivos executáveis recebidos por email deixam qualquer um em estado de alerta. Os autoexecutáveis, então, que disparam ações no instante em que o usuário abre a mensagem podem não apenas gerar dúvidas por parte do destinatário, mas é inconveniente. Já imaginou? Você recebe uma newsletter enquanto está no trabalho e, ao abri-la, começa a rodar um vídeo com volume altíssimo! É, no mínimo, constrangedor.

Politica de privacidade: ela deve estar acessível em todos os emails marketing que você enviar ao seu cliente. A essência da política de privacidade é informar ao usuário que os dados que ele forneceu à sua empresa estão protegidos e não serão fornecidos a terceiros sem a prévia autorização dele. Faz parte da política de privacidade, ainda, você não enviar emails copiando endereços no campo “CC”, de modo que todos os destinatários vejam os endereços eletrônicos uns dos outros. Emails enviados em “undisclosedrecipient” também não causam boa impressão, sinalizando a falta de personalização e tratamento individualizado.

Post anterior
Atenção para o mercado mobile
Próximo post
Mail marketing segmentado: organizações não-governamentais

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!