15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true

Como usar o email marketing para gerar conversas com seus clientes

O email é um canal indispensável para marcas que querem atrair, envolver e reter clientes em potencial. Muitas vezes, na tentativa de conversar com os clientes, as empresas acabam em um monólogo em vez de ter uma conversa significativa com as pessoas do outro lado da tela.

Como seres humanos, estamos sempre conversando: com nossos colegas de trabalho, amigos e parceiros, e também com nossos leads e clientes. As conversas que temos moldam nossa vida profissional e pessoal.

Ter ótimas conversas é o objetivo do inbound marketing: atrair os visitantes certos para o seu site, interagir com eles e nutri-los durante o ciclo de vida do cliente. O seu email marketing não deve ser diferente.

É importante que os profissionais de marketing tenham em mente algumas práticas recomendadas para garantir que sua comunicação seja envolvente e faça com que o público-alvo abra, responda e até compartilhe a mensagem com seus contatos.

Hoje vamos conversar sobre a criação de conversas significativas com seu público via email marketing, seguindo algumas práticas recomendadas. Continue lendo e confira!

O que são conversas?

O que são conversas?

As conversas estão por toda parte. Pense na última conversa que você teve e onde ela ocorreu. Hoje em dia temos muitos canais disponíveis para dialogar. Nós nos comunicamos através de telefone, email, redes sociais e mensageiros instantâneos, como o WhatsApp.

Então, o que exatamente é uma conversa? Geralmente, uma conversa é definida como uma troca de sentimentos, observações, opiniões ou ideias entre duas ou mais partes.

Mas à medida que a tecnologia está evoluindo, há mais maneiras de nos comunicar. Portanto, a definição de conversa precisa de uma atualização: conversa é uma comunicação interativa entre duas ou mais partes.

Não deixe o email fora da equação. Para enviar emails atraentes com os quais seus contatos desejam interagir, esses emails precisam ser humanos. E não há melhor maneira de ser humano do que ter uma conversa.

O que é marketing de conversação?

O que é marketing de conversação?

Você certamente já teve (ou tem, dependendo do tamanho da sua paciência) um amigo ou colega que fala de si mesmo sem parar. Fala da vida, da família, das conquistas e dos problemas, mas não dedica a mesma atenção ao que os outros têm a dizer. Na maioria das vezes, pessoas assim são irritantes e nos dão a impressão de que não se importam com nada nem ninguém além de si mesmas.

Muitas vezes o email marketing parece uma pessoa irritante e que só se preocupa com o próprio umbigo. As marcas falam sobre seus produtos, recursos, valores, clientes, estudos de caso e muito mais, e acabam usando seus canais de marketing para transmissão unidirecional – onde elas falam, e o cliente tem pouca oportunidade de responder. Não parece o “amigo” que continua falando de si mesmo?

O marketing de conversação ignora as táticas convencionais do marketing unidirecional e privilegia as conversas bidirecionais. É uma maneira das marcas ouvirem os desejos, necessidades e dúvidas de seus clientes, para que possam responder com personalização em vez de links e redirecionamentos irritantes. O marketing de conversação cria reconhecimento da marca, fidelidade do cliente, engajamento e (eventualmente) mais vendas por meio de conversas.

O marketing de conversação está longe de ser novo. Ele ocorre desde o início do marketing, e o termo existe há 10 anos. No entanto, está mais em destaque do que nunca, devido à tecnologia inovadora que está tornando o marketing de conversação mais escalável do que nunca.

É importante saber que o marketing de conversação não substitui o marketing tradicional – eles se complementam e se apoiam.

Pronto para parar de falar para seus clientes e começar a conversar com eles? Vamos primeiro falar sobre como o marketing de conversação funciona e depois ver como você pode começar!

Como o marketing de conversação funciona

Você provavelmente já experimentou o marketing de conversação, talvez sem perceber. Já clicou na janela de bate-papo automático de um site, enviou uma mensagem para uma marca nas redes sociais ou enviou uma mensagem para o WhatsApp de uma empresa? Essas todas são formas de marketing de conversação.

Os princípios do marketing de conversação:

Os princípios do marketing de conversação

– O marketing de conversação funciona em tempo real

Ou o mais próximo possível do tempo real. Imagine uma conversa no WhatsApp com um amigo. Não seria bem uma conversa se você levasse uma semana para responder às mensagens, certo?

No entanto, dada a complexidade de uma conversa, as mensagens podem diminuir e até serem transferidas para novos canais. Por exemplo, um cliente pode iniciar uma conversa de chatbot que passa para o email e depois avança para uma ligação telefônica. Todo esse processo pode ocorrer durante uma hora, um dia ou até uma semana.

O importante é que você esteja se comunicando de acordo com a programação e os canais preferidos do cliente. Ninguém gosta de ser transferido do mundo real para o mundo digital – altere o meio da conversa apenas se o cliente desejar.

– O marketing de conversação é contínuo

O marketing de conversação se baseia em cada interação, promovendo o relacionamento e o diálogo. Você não deve começar do zero cada vez que seu cliente enviar uma mensagem para você.

Armazene todas as conversas que tiver com um cliente e torne-as acessíveis por meio do CRM (sistema de gerenciamento de relacionamento). Independentemente de quem está respondendo em qualquer canal, eles devem ter as informações de interações anteriores para fornecer uma ótima experiência de atendimento.

Os três principais benefícios das estratégias de marketing de conversação

Os três principais benefícios das estratégias de marketing de conversação

1. O marketing de conversação cria relacionamentos com os clientes

As conversas constroem e nutrem relacionamentos. Anúncios na televisão, outdoors e campanhas nas redes sociais não. Embora essas estratégias possam gerar vendas, elas normalmente não criam relacionamentos – e os relacionamentos valem mais do que uma única compra. Os relacionamentos criam clientes fiéis, que são os ativos mais fortes de qualquer empresa.

Os canais de marketing de conversação, como aplicativos de mensagens e janelas de bate-papo, proporcionam uma experiência de comunicação personalizada – como aquelas que você tem com seus amigos e familiares.

Esses canais tornam a conversa contínua fácil. Em vez de iniciar uma nova conversa cada vez que seu cliente entra em contato, você pode retomar de onde parou.

2. O marketing de conversação resolve os problemas dos clientes

O marketing de conversação ouve os problemas antes de oferecer soluções. Quando você envia uma campanha por email com 25% de desconto em roupas de inverno, supõe que o cliente precise de roupas e queira comprá-las por um preço baixo. Você pode estar certo e acertar a promoção. No entanto, quando você ouve seus clientes primeiro, pode perceber que eles já têm casacos suficientes, mas realmente precisam de botas.

3. O marketing de conversação fornece informações valiosas sobre seus clientes

Grupos de foco e grandes pesquisas são caros. Portanto, aproveite as conversas com seus clientes e ouça o que eles têm a dizer. Os consumidores não têm medo de falar sobre suas reclamações e desejos. Em vez de descartar essas informações, use-as como uma pesquisa de mercado gratuita.

Quando os clientes chegarem com problemas, pergunte o que eles acham que seria uma boa solução. Essas conversas não apenas podem levar a novas ideias, mas também validam as preocupações de seus clientes e os fazem se sentir ouvidos.

Como usar o marketing de conversação no e-mail marketing

Como usar o marketing de conversação no e-mail marketing

Agora que sabemos o que é marketing de conversação e como ele pode ajudar na sua estratégia, é hora de implementá-lo nas suas campanhas de e-mail. Então, como você pode criar ótimas conversas com seus contatos por email? Confira algumas maneiras para iniciar conversas em seus emails:

– Envie emails com base no comportamento

Email comportamental significa enviar mensagens direcionadas aos seus contatos com base em suas ações e comportamentos. O email comportamental concentra-se na ideia de que toda interação que um usuário tem com sua empresa deve ter uma reação esperada e apropriada.

Observando todas as interações e as respostas de seus clientes em potencial, você pode começar a desenvolver um senso do comportamento de seus contatos. Cada pessoa em seu banco de dados de contatos informará, por suas ações, com que frequência você deve enviar um email para elas, por exemplo.

– Crie um texto conversacional para seu email

O melhor conselho para criar emails de conversação é ser humano. Isso significa ser real e, às vezes, brutalmente honesto, usando as palavras que você usaria no cotidiano.

Escreva um texto que pareça vir de um humano. Lembre-se de que seu email está sendo direcionado a uma pessoa, portanto a linguagem que você usa deve refletir isso.

Em vez de tentar vender seus produtos ou serviços, compartilhe recomendações, entrevistas sobre assuntos que têm alguma relação com seu segmento, ou dicas e truques sobre como fazer algo que seus contatos gostam (com base em seu comportamento).

Assine seu email com um nome que seu contato possa reconhecer. Um simples “obrigado” ao final da sua mensagem vai torná-la muito mais humana.

Dicas para gerar conversas e aumentar o engajamento em seu email marketing

Dicas para gerar conversas e aumentar o engajamento em seu email marketing

– Crie linhas de assunto irresistíveis

Já conversamos sobre isso diversas vezes aqui no blog, mas não custa reforçar: uma boa linha de assunto é indispensável para qualquer campanha de email marketing. Segundo uma pesquisa realizada pela Chadwick Martin Bailey, 64% das pessoas afirmam que abrem um email por causa da linha de assunto.

Ou seja: na maioria das vezes é a sua linha de assunto que vai determinar se a sua mensagem será visualizada ou não. Portanto, dedique um bom tempo para a pesquisa e criação de uma linha de assunto irresistível, que é o primeiro passo para iniciar uma conversa com seus clientes.

– Realize testes para descobrir o que funciona melhor com sua audiência

Divida suas listas de contatos e teste coisas como suas linhas de assunto, conteúdo, frequência do conteúdo e horário de envio (confira também qual dia da semana funciona melhor) para obter um entendimento perfeito sobre qual o tipo de comunicação preferido pelo seu público.

O Email Benchmark Report, divulgado anualmente pela Experian, constatou que os emails enviados na segunda-feira tiveram o maior retorno. Outros estudos apontam outros dias e horários como os melhores para o envio de email marketing, então é importante que você descubra o que funciona com sua audiência.

– Segmente sua audiência

Muitas empresas optam por enviar um único email para toda a sua base de contatos, mas há uma maneira melhor de distribuir suas mensagens: usando listas segmentadas, baseadas em dados demográficos e interesses dos clientes. É importante entender que esses consumidores / possíveis clientes estão em diferentes estágios do ciclo de vida da compra e que uma comunicação generalizada pode não atrair a atenção deles.

Quando o seu email marketing é assertivo e direcionado, as chances de gerar conversas (e vendas) se tornam muito maiores. Sabemos que segmentar a audiência pode dar trabalho, mas os resultados compensam!

– Inclua botões de compartilhamento e CTAs (chamadas à ação) no seu email marketing

Uma pesquisa realizada pela GetResponse no último ano verificou que os emails que incluem botões de compartilhamento social têm uma taxa de cliques 158% maior. Seu público-alvo precisa ser direcionado ou receber esse estímulo para agir em sua mensagem, seja compartilhando ou respondendo-a. Use botões claros e visíveis para garantir que sua mensagem gere envolvimento.

Não deixe de gerar conversas através do email marketing! Tem boas dicas para compartilhar conosco? Use a caixa de comentários abaixo!

mql-saiba-como-esse-conceito-pode-auxiliar-na-qualificacao-dos-seus-leads
Post anterior
MQL: saiba como esse conceito pode auxiliar na qualificação dos seus leads
usabilidade-taxa-conversao-capa
Próximo post
Saiba como a usabilidade pode impactar na sua taxa de conversão

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!