15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
o-email-marketing-esta-morto

O Email Marketing está morto?

Sabemos que você entrou aqui porque quer a resposta da pergunta da linha de assunto deste conteúdo. Não seremos aquele post que deixa a resposta só para o final, por isso, aqui já vai: não, o e-mail marketing não está morto. Muito pelo contrário, é uma das estratégias mais eficazes dentro do marketing digital.

Agora, vamos lhe avisar que o melhor está por vir. Ao longo deste conteúdo, iremos lhe explicar em detalhes os benefícios, as melhores práticas e trazer cases de sucesso do uso desta ferramenta que está muito longe de ser considerada spam – desde que a sua empresa a utilize da maneira certa. Venha aprender de uma vez por todas todas os macetes para você sair aplicando as estratégias de e-mail marketing, independentemente do tamanho do seu negócio.

O que NÃO É o e-mail marketing

O que não é o e-mail marketing

Para entender o complexo do assunto, é necessário dominar o básico. Veja o que não é um e-mail marketing:

• Não é spam;

• Não é uma nota pessoal;

• Não é um meio de comunicação para textão toda semana;

• Não é um catálogo de promoções toda semana;

• Não é um álbum de fotos.

Como o e-mail marketing funciona?

Como o e-mail marketing funciona

Absolutamente tudo que envolve o e-mail marketing é pensado e testado. Desde a linha de assunto (que é um item de extrema importância), até o local onde consta as informações, a cor do botão do Call to Action (CTA).

Basicamente, ele funciona da seguinte forma:

• Os seus leads ou clientes se cadastram para receber as suas comunicações;

• Você abastece os dados através de uma ferramenta de e-mail marketing;

• Você cria a estratégia para definir de que forma e por que você vai se comunicar com tal cliente;

• O e-mail marketing é cuidadosamente e detalhadamente criado;

• São realizados testes A/B;

• É enviado o e-mail marketing;

• Os resultados são mensurados levando em consideração todos os indicadores importantes para aquela comunicação (calma, pois abordaremos todos eles).

• São absorvidas lições de aprendizado com base nos resultados e analisado o que funcionou.

Ressaltamos que se você está aqui para encontrar uma fórmula mágica, estilo receita do bolo, não irá encontrar. Isso porque não há receita que funcione 100%, já que cada negócio e público-alvo são únicos. O que vamos lhe ensinar são as melhores práticas para que você as aplique (algumas ou todas) para alcançar um objetivo satisfatório.

Por que utilizar o e-mail marketing?

Porque utilizar o e-mail marketing

Ela é um dos meios de comunicação que você tem com o cliente. Primeiro, você precisa ter a consciência do que é importante ter acesso a caixa de e-mail do seu cliente. Imagine que a maioria das pessoas abrem seus correios eletrônicos todos os dias. Muitas vezes, antes mesmo de sair da cama. Você tem um meio privilegiado para se comunicar com o seu lead ou cliente. Mas é preciso se destacar para conseguir fazer com que ele abra o seu e-mail ao invés de simplesmente manda-lo para o lixo eletrônico.

Use o seu e-mail marketing para:

Use o e-mail marketing para

• Criar ou fortalecer relacionamento: criação de conexões por meio de engajamento personalizado;

• Entregar informação relevante e valiosa que os ajudarão a agir de acordo com os objetivos dele;

• Aumentar o fortalecimento da sua marca: mantenha a empresa e seus serviços em evidência para que os leads lembrem da sua marca quando estiverem prontos para converter;

• Gerar leads: incentivar os leads a fornecer informações pessoais em troca de um ativo que valha ouro para eles;

• Comercializar seus produtos: vale lembrar que esse é um dos objetivos da ferramenta, mas não deve ser usada unicamente para isso.

Quais os benefícios de usar o e-mail marketing?

Quais os benefícios de usar o e-mail marketing

Existem 3,8 bilhões de usuários de e-mail mundialmente, sendo que 99% deles checam suas caixas de entrada diariamente . Ou seja, a sua empresa tem um leque muito amplo para atingir diferentes tipos de consumidores.

72% dos consumidores optam pelo e-mail para receber comunicações de marcas e empresas que têm interesse. Ou seja, esse é um meio de comunicação preferido das pessoas. Você diminuirá as chances de estar sendo inconveniente ligando ou enviando mensagens de texto, por exemplo.

O Retorno de Investimento (ROI) desta ferramenta pode chegar em até 3800%. Isso significa que a cada R$ 38 gastos, você pode ter um retorno de até R$ 3.800. É a ferramenta que tem maior ROI dentro do marketing digital, claro, quando bem utilizada.

É uma ferramenta que oferece mensuração completa de dados. Isso significa que você pode medir os resultados da sua estratégia ao final de cada campanha. As chances de você aprimorar e melhorar sua comunicação direta com cliente são imensas. Isso tornará a sua marca cada vez mais relevante na mente dessas pessoas.

Como criar um e-mail marketing efetivo?

Como criar um e-mail marketing efetivo

Vamos abordar aqui os passos que devem ser levados em consideração na hora de utilizar essa ferramenta. Deixaremos claro, no entanto, que o sucesso da sua estratégia dependerá de como você seguirá esses passos. Ou seja, você precisa planejar de forma inteligente e efetiva. 

Veja os passos a serem seguidos:

1. Defina a sua audiência

Um e-mail eficaz é um e-mail relevante. Como tudo no marketing, comece com a persona, entenda o que ela quer e adapte sua campanha de e-mail às necessidades do seu público.

Você ainda não estudou o seu público? Dê um passo para trás e faça (Aprenda a construir Buyer Persona), pois você não conseguirá desenvolver uma comunicação relevante se você não souber com quem está falando.

2. Estabeleça os seus objetivos

Antes de definir suas metas de campanha, busque algum contexto. Pesquise as estatísticas médias de e-mail do seu setor e use-as como referência para seus objetivos. Como falamos anteriormente, não há receita. Cada empresa e cada setor é diferente.

Vamos a alguns exemplos, segundo a empresa HubSpot:

• Taxa de abertura: O setor que tem a maior taxa de abertura de e-mail marketing são as empresas sem fins lucrativos, com 24%. O setor que tem a menor são a de mídias e publicações, com 14%.

• Taxa de clique: Os setores que têm as maiores taxas são: agências de marketing, serviços de TI, serviços financeiros e indústrias, com 5%. Os que têm a menor taxa são setores da saúde, mídia e publicações e educação.

3. Crie uma maneira de as pessoas se inscreverem

Uma lista de e-mail é um grupo de usuários que lhe deram permissão para enviar a eles conteúdo relevante. Para criar essa lista, você precisa de várias maneiras para os clientes em potencial optarem por receber seus e-mails.

Não desanime se você tiver apenas algumas pessoas na sua lista para começar. Pode levar algum tempo para construir. Enquanto isso, entregue os melhores conteúdos aos que já estão, e você começará a ver sua lista de e-mails crescer organicamente.

4. Escolha um tipo de campanha de e-mail

As campanhas por e-mail variam e a tentativa de decidir entre elas pode ser mais efetiva. Irá enviar um boletim semanal? Ou anúncios de novos produtos? Quais postagens do seu blog valem a pena compartilhar?

Essas perguntas atormentam todos os profissionais de marketing. A resposta é subjetiva. 

Você pode começar aprendendo sobre os diferentes tipos de campanhas de e-mail existentes e decidir qual é o melhor para o seu público. Você também deve configurar listas diferentes para diferentes tipos de e-mails, para que clientes e possíveis clientes possam se inscrever apenas nos e-mails relevantes para eles. Aqui vai uma dica: essa estratégia deve ser vista com bons olhos, pois ela é bastante eficiente. Afinal de contas, quem não quer ter a flexibilidade de personalizar os assuntos sobre os quais gostaria de ler?

5. Defina uma programação

Decida com que frequência você planeja entrar em contato com sua lista, informe seu público antecipadamente para que eles saibam o que esperar e cumpra um cronograma consistente para criar confiança e relacionamento. Quando um e-mail sair do cronograma planejado, deixe isso bem claro logo no início e dê um motivo coerente para isso.

Vamos exemplificar com o assunto Covid-19. Imagine que a sua empresa é do ramo financeiro e você já cumpriu com o cronograma de envio prometido do mês ou da semana. Entretanto, esse é um assunto muito relevante e, se a estratégia da sua empresa foi oferecer melhores opções de empréstimo nesta época, por exemplo, é um motivo coerente para você sair da sua programação oficial e mandar um comunicado adicional.

Cuide apenas para que os motivos sejam realmente relevantes e os clientes entendam a importância de mais um envio.

6. Mensure e avalie seus resultados

Como profissionais de marketing, medimos tudo. Ser meticuloso em todas as principais métricas ajudará você a fazer pequenas alterações nos seus e-mails que produzirão grandes resultados. Vamos abordar os KPIs exatos para monitorar:

Há 4 métricas principais a serem observadas ao avaliar a eficácia de sua campanha de e-mail marketing.

• A capacidade de entrega mede a taxa na qual os e-mails chegam às caixas de entrada dos assinantes. Isso revela o quanto a sua lista de e-mails está atualizada.

• Taxa de abertura é a porcentagem de pessoas que abrem seu e-mail quando ele chega à caixa de entrada. Isso revela o quão relevante é o assunto abordado ou até mesmo a estratégia de desenvolvimento delinha de assunto utilizada.

• A taxa de cliques (CTR) é a porcentagem de pessoas que clicam nos seus CTAs. Isso revela o quão relevante é a sua chamada para ação dos seus clientes.

• Cancelar inscrição mede o número de pessoas que optam por sair da sua lista de e-mails depois de receberem um e-mail de você. Isso revela o quanto o seu conteúdo ou sua abordagem não está agradando.

Cases de sucesso utilizando o e-mail marketing

Cases de sucesso utilizando o e-mail marketing

Veja alguns exemplos de empresas utilizando esse recurso de forma eficiente:

1. Rip Curl

“JUNTA-SE À REVOLUÇÃO.”

Isso é bastante poderoso, você não concorda? Essa é a frase da linha de assunto deste e-mail marketing. A Rip Curl, uma varejista australiana de roupas esportivas de surf, combina urgência e nossa necessidade psicológica de fazer parte de algo para criar uma linha de assunto de e-mail que salta da página. Esse posicionamento é projetado para levar as pessoas a acreditarem que está ocorrendo uma “revolução” e é a vez deles de entrar em ação. No final das contas, as pessoas querem fazer parte de algo maior que elas mesmas, e este e-mail visa motivá-las a fazer isso comprando um relógio elegante e cheio de funcionalidades.

2. JETBLUE

Você já deve ter ouvido falar deles, pois eles são um grande case de sucesso de marketing em geral. É uma companhia aérea low-cost dos EUA. Eles entregam um adorável marketing aos clientes e esse é um grande exemplo.

Com a linha de assunto: Hey, você! Sabe que dia é hoje? Espera, não vai dizer que você esqueceu.

E então aborda que hoje é o dia de aniversário de 1 ano que a marca está enviando e-mails para aquele cliente. E depois, com muito humor, o corpo do e-mail aborda de forma clara 3 tópicos:

• A gente está enviando e-mail para você durante 365 dias. Isso é bastante né. Nós temos grandes histórias juntos.

• O segundo ponto, a empresa desculpa o cliente por não lembrar desta data tão importante e diz o quanto ela ainda o adora. Traz também a mensagem de que é ótimo celebrar e que sempre que o cliente quiser, a JetBlue estará ao lado dele.

• Por último, diz que o presente tradicional de 1 ano é de papel… que é uma passagem de avião. 

Entretanto, já que o cliente esqueceu essa data tão importante, ele terá que pagar pela passagem. A empresa, contudo, para não ser tão “malvada” diz que vai fornecer os lanches durante a viagem de avião.

Esse tipo de comunicação deu muito certo, pois a empresa já tem levantada a bandeira do humor e o cliente já espera esse tipo de mensagem. Cuide, entretanto, para não tentar ser “engraçado” sem ter um contexto de marca por trás disso, ok?

3. Amazon

É claro que ela daria as caras por aqui. A Amazon domina 30% do ramo de e-commerce dos Estados Unidos, possuindo um total de 200 milhões de clientes ativos.

Além de tecnologia e inovação, o e-mail marketing é considerado um dos motivos para esse sucesso.

O grande segredo utilizado pela marca é a personalização de e-mails. Eles engajam e aumentam a cada dia o número de clientes. A análise de dado e estudo de comportamento de cada cliente é feito de forma constante e, quanto mais tempo você for cliente, melhor a plataforma vai conhecê-lo e enviar comunicações relevantes baseadas nas suas preferências.

A Amazon sabe os produtos que você viu, comprou, analisou, colocou no carrinho e até deixou de comprar. Além disso, o formato de e-mail marketing da empresa é bem parecido com o site, o que não causa estranhamento no cliente, deixando-o confortável, como se tivesse no próprio site.
Agora você tem ferramentas, exemplos e conhecimento para aplicar as estratégias de e-mail marketing na sua empresa. Você deve ter percebido que não é uma tarefa rápida. É preciso muito pensar estratégico e conhecimento de mercado. Se você ainda não se sente preparado para trilhar essa trajetória sozinho, entre em contato com o nosso time de especialistas em e-mail marketing e divida conosco as suas dúvidas e objetivos. Juntos vamos encontrar as melhores práticas para a sua empresa e os seus clientes obterem sucesso juntos.

Post anterior
Como fazer marketing inteligente e responsável durante a epidemia do COVID-19
Próximo post
Dicas eficazes para seu email marketing brilhar nos dispositivos móveis

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!