15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
tendências email marketing

Tendências do email marketing para 2020

Dezembro é época de fazer o balanço de todas as ações de marketing realizadas ao longo do ano, e também de planejar o que vem pela frente. O email marketing ocupa posição de destaque na estratégia de muitas empresas, então é fundamental conhecer as principais tendências e se adaptar ao comportamento dos consumidores para ter resultados satisfatórios com as campanhas disparadas.

Enquanto os usuários pulam de uma rede social para outra, o email marketing continua firme e forte – e o principal motivo é a capacidade de se atualizar e se reinventar. Faz parte do trabalho ficar de olho nas mudanças e adaptá-las para a realidade da sua empresa.

Para 2020, especialistas apontam cinco principais tendências que você deve considerar na hora de planejar as suas campanhas. Desde a otimização para dispositivos móveis até o uso de inteligência artificial, é importante apostar nesse caminho, mesmo que ele pareça distantes da sua realidade – sim, o futuro da comunicação já chegou, e só sobreviverá no mercado quem souber se adaptar.

Felizmente para nós, as tendências de marketing – e as tendências digitais – são previsíveis. Com a quantidade de dados que temos ao nosso alcance, ficou mais fácil saber quais ferramentas, táticas e tecnologias estão funcionando e quais estão se tornando menos eficazes.

Continue lendo e acompanhe as principais tendências do email marketing para 2020:

1) Pense em dispositivos móveis primeiro

Pense em dispositivos móveis primeiro

Não é por acaso que o Google adotou a filosofia do “mobile first” (dispositivos móveis em primeiro lugar). A navegação através de smartphones e tablets já superou a navegação em computadores em porcentagem de tráfego.

A porcentagem de compras realizadas em dispositivos móveis, no entanto, ainda não é equivalente ao número de usuários mobile. Isso significa que a maioria das empresas não está preparada para esse tráfego oriundo dos celulares – e é hora de mudar esse panorama.

Soluções como as AMPs (páginas móveis aceleradas) e o aumento da popularidade do marketing por SMS são respostas do mercado à nova realidade, mas não é todo mundo que dá a devida importância a essas novidades. Mesmo que não haja acesso a ferramentas mais sofisticadas, qualquer profissional de marketing pode fazer mudanças instantâneas para melhorar a navegação através dos dispositivos móveis, como mexer no texto, imagens e design. Usar fonte e botões de CTA nos tamanhos certos já deixa você em vantagem!

Uma boa estratégia é simplificar as mensagens do email marketing. Afinal, a maioria dos emails são compostos essencialmente de links para landing pages, blogs ou páginas de produtos. Será realmente necessário incluir todas as informações nesta fase ou podemos guardar algumas para a próxima etapa? Para os usuários de dispositivos móveis, que estão sempre em movimento ao visualizar os emails, o texto mais curto pode ser escaneado em pouco tempo.

A maioria dos provedores de serviços de email tem a capacidade de exibir emails em vários tamanhos de telas. Vale a pena verificar se seus emails estão fornecendo uma experiência adequada ao usuário em todos os dispositivos (e não apenas ao enviar emails de teste para o seu computador). O teste sempre foi uma etapa indispensável no processo de envio. Agora que os emails podem ser visualizados em tantos dispositivos diferentes, é importante dedicar um tempo para garantir que seus emails sejam renderizados em todos os tamanhos de telas.

2) Menos é mais no texto e design do email

Menos é mais no texto e design do email

Com a mudança do comportamento dos usuários, que exige cada vez mais usabilidade e legibilidade em dispositivos móveis, o texto conciso e o design simples são agora fundamentais.

Um texto muito longo, e difícil de ler em dispositivos móveis, é exatamente o tipo de texto que levará o usuário a abandonar a leitura rapidamente.

Com os destinatários levando vidas cada vez mais ocupadas e com a tendência de ler emails enquanto estão em movimento, há uma tendência forte para o design de email mais simples, geralmente com estilo minimalista. Nosso tempo de atenção está diminuindo e faz sentido que o design resolva isso. Consumimos mais emails em nossos celulares do que nunca, portanto, um design mais simples pode ser mais eficaz, pois é mais fácil escanear o conteúdo rapidamente.

Uma mensagem de foco único, combinando texto, layout e cor, permite que o leitor aja com facilidade e rapidez. Esse tipo de design permite que as empresas ofereçam conteúdo consistente com frequência. Na hora de planejar suas mensagens, pense em muito espaço em branco, imagens mais simples (melhor para telas pequenas) e blocos de cores para chamar a atenção.

Além disso, com o aumento das tecnologias vestíveis (como os smartwatches), o espaço com o qual trabalhamos está se tornando cada vez mais limitado e, portanto, mais competitivo. A mídia está sendo consumida de maneiras que nunca poderíamos imaginar no início do email. É nosso trabalho evoluir com essas alterações, fornecendo conteúdo que se encaixa perfeitamente em agendas cada vez mais ocupadas e em um número cada vez mais variado de dispositivos.

3) Inteligência Artificial no email marketing

Inteligência Artificial no email marketing

Inteligência artificial, ou AI, é um termo que parece assustar muitos profissionais de marketing. Na verdade, a maior parte da AI ​​discutida no mundo do marketing diz respeito à automação de processos. A automação de marketing é centrada no fornecimento do conteúdo mais relevante no momento mais adequado para um indivíduo ou grupo específico, sejam eles clientes existentes ou potenciais. A parte inteligente vem de como os sistemas de IA aprendem com comportamentos passados ​​para moldar ações futuras.

A AI deve ser vista como a solução para um grande número de seus processos, em vez de outro avanço tecnológico aterrorizante. A Inteligência Artificial se esforça não apenas para substituir os processos de segmentação tradicionais atualmente em ação, mas para transformar completamente os níveis de relevância que nós, como marcas, somos capazes de fornecer aos consumidores.

A AI é uma tendência clara, embora muitas vezes incompreendida, e tem gerado expectativas inflacionadas. Cuidado com as afirmações exageradas de que a AI faz todo o trabalho para você, ou que você obterá resultados brilhantes sem esforço. No final das contas a Inteligência Artificial é apenas uma ferramenta – embora seja uma ferramenta melhor para segmentação do que as que estamos acostumados. O objetivo de enviar a mensagem certa para cada pessoa nunca mudará; é o método para alcançá-lo que muda.

O uso da Inteligência Artificial se torna ainda mais relevante para as marcas com públicos-alvo relativamente variados ou muitos e diversos produtos. Como a AI permite o envio de conteúdo escalonável e correto, diminui a necessidade da segmentação tradicional. O que é uma boa notícia, pois obter a segmentação correta sempre foi uma tarefa complicada.

O processo manual de segmentação de destinatários, usando dados que geralmente são coletados durante o processo de inscrição, já está sendo substituído por softwares mais eficientes e inteligentes que os seres humanos.

Como você usa a Inteligência Artificial é, sem dúvida, mais importante do que decidir se você deve ou não adotá-la. O conteúdo dinâmico é um recurso que você talvez não conheça, mas que certamente poderia estar usando em suas campanhas. O processo de inscrição fornece muitos dados do usuário que permitem segmentá-los por interesse, local ou demografia. Com esses dados, você pode enviar um único email em que os blocos de conteúdo são preenchidos com uma variedade de conteúdo dinâmico, dependendo do usuário para o qual você está enviando. Não é magia, é tecnologia!

Se você é uma marca que está se comunicando com assinantes B2B e B2C, por exemplo, o conteúdo dinâmico permite preencher partes de newsletters ou emails promocionais com conteúdo específico aos interesses ou setor de cada assinante.

O big data sustenta o desenvolvimento da Inteligência Artificial ​​e continuará a ter um papel importante em 2020. A personalização em todas as suas formas continuará a crescer, mas a personalização do horário de envio será uma das tendências que mais cresce. A funcionalidade otimiza os horários de envio de emails para cada assinante com base em seu histórico de mensagens abertas. Portanto, 2020 deve ser o ano para a adoção da otimização do horário de envio.

Seja através de segmentação, personalização ou frequência de envio, todos os aspectos do email marketing em 2020 se esforçarão para fornecer as mensagens mais relevantes no momento ideal. A Inteligência Artificial está aqui para forçar os limites do que nós, como profissionais de marketing digital, podemos alcançar em termos de correspondência de usuários individuais a experiências que foram perfeitamente adaptadas a eles.

4) Confie no email marketing

Confie no email marketing

Muitos ficaram surpresos com a resistência do email marketing a algumas ameaças externas consideráveis ​​- a ascensão das redes sociais e a introdução do GDPR (Regulamento Geral para a Proteção de Dados) são apenas alguns -, continuando a servir como um canal de comunicação essencial para os profissionais de marketing digital.

Agora que a maioria dos destinatários está recebendo apenas emails que optaram por receber de remetentes específicos, é bom estarmos cientes da confiança que foi depositada em nossa marca.

O email continuará sendo uma das melhores maneiras para se comunicar com aqueles que têm interesse na sua marca. O GDPR não impede o potencial que o email marketing tem para se comunicar com seu público-alvo. Diferentemente das mídias sociais, nas quais você pode alternar entre plataformas a qualquer momento e seguir ou deixar de seguir com apenas um clique, o email permanecerá consistente como uma plataforma que permite a comunicação individual em uma caixa de entrada bem estabelecida e parte da sua rotina diária, tanto nos negócios quanto no lazer.

Por muito tempo, práticas como spam e phishing mancharam a reputação do email entre os consumidores e profissionais de marketing. A lei de privacidade de dados da União Europeia é apenas o começo para a criação de uma prática de email marketing centrada na privacidade, conformidade e confiança dos assinantes.

Um estudo realizado pela ferramenta de marketing Drift em 2019 também destaca os pontos fortes do email em comparação com outros canais: 65% dos entrevistados disseram que nos últimos 12 meses haviam usado o email para falar com empresas, deixando o email no topo da lista dos meios de comunicação mais utilizados.

Considerando os dados de eficácia do email, a confiança que ele transmite e a maneira que ele deve se desenvolver na próxima década, é um canal no qual você certamente deve se sentir confiante em investir.

5) O marketing orientado por dados deve evoluir

O marketing orientado por dados deve evoluir

A tecnologia nos sistemas de Inteligência Artificial vai além do que os profissionais de email marketing conhecem, e ainda há muito a fazer com nossos sistemas e bancos de dados atuais.

O teste A/B é um meio popular para otimizar a redação e o conteúdo de seus emails e fornecer os maiores níveis possíveis de engajamento e ROI. Há, no entanto, muito espaço para melhorias nas maneiras como estamos usando essa forma de teste.

É provável que você já esteja usando o marketing orientado por dados de uma maneira ou de outra. Com o tempo, ajustes simples no seu conteúdo de email – com base no desempenho anterior – podem ajudar a gerar cliques, downloads, encaminhamentos e inscrições extras.

Mas se você pode começar a olhar para o “marketing orientado a dados” a partir de uma perspectiva de “marketing direcionado ao cliente”, poderá começar a pensar como seus clientes pensam e criar experiências com as quais se envolverá.

No ano de 2020, haverá uma maior prática de testes A/B baseados em hipóteses. Uma metodologia em que o profissional de marketing forma hipóteses e depois usa a tecnologia para validação, em vez de deixar a tecnologia liderar o teste, deverá ser mais popular.

Os resultados (e recompensas) obtidos no teste A/B são totalmente definidos pelo seu ponto de partida. Se esse ponto de partida for bem pensado e você souber o objetivo final que deseja alcançar, é mais provável que você crie um teste A/B que vai gerar níveis mais altos de envolvimento. A partir daí, você tirará conclusões que podem melhorar sua estratégia no futuro, permitindo gerar retornos ainda maiores com o email marketing.

Conclusão

Como vimos através dessas cinco tendências, o email marketing deve ser cada vez mais voltado para os dados que permitem uma segmentação coerente com as ações anteriores de cada usuário. Aliando os processos automatizados guiados pela AI, você deverá ter resultados incríveis com suas campanhas de email marketing – que são mais relevantes e bem sucedidas do que nunca. Ou seja, mantenha-se atento às mudanças e inovações do mercado para manter-se na vanguarda do marketing digital!

E aí, o que achou das tendências para 2020? Concorda ou discorda? Compartilhe seus pensamentos nos comentários!

como criar um bom cta
Post anterior
CTA: como criar um bom CTA no seu email marketing

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!