15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
Tendencias

Tendências e melhores práticas do marketing de conteúdo para 2018

Toda virada de ano é o momento perfeito para refletir sobre as principais tendências que devem marcar o próximo ano. Quando se trata de comunicação, é ainda mais necessário fazer isso, porque as coisas mudam mais rapidamente. No artigo de hoje, você vai descobrir quais são as ações e estratégias de marketing de conteúdo que prometem estar em alta no ano que está por vir. Assim, já pode ajustar o seu planejamento de modo a tirar o melhor proveito possível dessas tendências.

Primeiro tópico: o marketing de conteúdo em si continua com tudo! Cada vez mais os consumidores estão interessados em receber informações relevantes das marcas. Um conteúdo de qualidade sempre vai ser mais efetivo do que um mero anúncio na disputa pela atenção dos clientes existentes e potenciais. Portanto, se você ainda tem alguma resistência a essa vertente do marketing, é hora de deixá-la para trás e descobrir as maravilhas que o marketing de conteúdo pode fazer pelo seu negócio.

Agora, vamos às tendências:

1) Equipes multidisciplinares

Equipe Multidiciplinares

Para muitos empreendimentos, o marketing de conteúdo ainda se restringe a manter e alimentar um blog dentro do site corporativo. Para isso, ter um bom redator já é suficiente para atender à demanda. A primeira mudança começa por aí!

A tendência é que as equipes responsáveis por cuidar do marketing de conteúdo se tornem mais complexas. Além de redatores e revisores, é bom começar a pensar em trazer designers gráficos; produtores audiovisuais; gerente de campanhas; alguém para gerenciar as métricas de resultados e muito mais.

E apenas pela composição dessa equipe ideal, já fica claro que o conteúdo vai ter que sair da tela do blog para explorar outros horizontes.

2) Parcerias inteligentes

Parcerias Inteligentes

Até um tempo atrás, conseguir emplacar a marca na mídia tradicional era o sonho de muitos empreendedores. Isso continua sendo bastante importante, mas não é mais suficiente. A partir de 2018, será essencial impactar também os influenciadores e microinfluenciadores digitais, as pessoas que têm nas redes sociais a sua profissão.

Os chamados “digital influencers” costumam ter um grande público formado por pessoas que confiam nas suas indicações. Por isso, vale à pena pensar em campanhas de marketing de conteúdo voltadas especialmente para esse público.

Por exemplo: se você fabrica cosméticos, convide um grupo de influenciadores desse nicho para passar um dia na fábrica entendendo como funcionam os processos de fabricação.

3) Estratégia documentada

Estratégia Documentada

Um dos grandes segredos de empresas que realmente veem a diferença de apostar nesse tipo de marketing é investir na estratégia documentada. Isso significa ter literalmente um documento que oriente todas as ações que forem pensadas nesse sentido. Esclarecer os objetivos (a curto, médio e longo prazo); as diretrizes; o que combina com a empresa (nem tudo que está na moda tem a ver com o perfil corporativo); o que já foi feito; quais foram os resultados obtidos. E é claro que isso deve ser constantemente submetido à avaliação e ajustes se necessário.

Essa é uma das vantagens de contratar uma agência especializada para cuidar do marketing da empresa. Para essas agências, a estratégia documentada já faz parte dos procedimentos de rotina, o que torna tudo muito mais profissional e assertivo.

De acordo com um levantamento da CMI, em 2015, 32% dos profissionais de marketing tinham uma estratégia de marketing de conteúdo documentada. Apenas um ano depois, o número já tinha aumentado 5%, indicando que essa realmente é uma tendência a ser considerada.

4) Internet das coisas

Internet das coisas

Atualmente, com os sensores que permitem que aparelhos se comuniquem entre si e os beacons, é possível se comunicar com o consumidor praticamente em qualquer momento do seu dia. Certa vez, uma marca de sorvetes desenvolveu uma ação que avisava a pessoa, por meio de uma notificação no celular, sempre que ela estivesse passando por uma geladeira que tivesse produtos daquela marca.

É muito viável sentar com toda a equipe de marketing e tentar reconstituir o passo a passo de um dia comum de um consumidor do seu produto e serviço. A partir disso, pensar onde uma estratégia se encaixaria, a partir da ideia da internet das coisas.

5) Pensando em todas as etapas

Pensando em todas etapas

O funil de vendas é dividido em etapas: geração de leads; qualificação de leads; avaliação dos desafios ou problemas; solução dos problemas; conversão e fechamento do negócio. Muitas vezes, as ações de marketing de conteúdo são pensadas apenas para a geração de leads. Mas por que deixar de lado todas as outras etapas?

O conteúdo deve ser pensado também em relação a quem já é cliente, com o intuito de fortalecer esse relacionamento com a marca para fidelizar. Lembrando que é sempre mais barato para uma empresa fidelizar um cliente do que conquistar um novo, portanto, é muito mais estratégico.

Uma boa ação de marketing de conteúdo não deve servir apenas para atrair, mas também para consolidar a imagem da marca na mente do consumidor. Portanto, em 2018, comprometa-se a pensar mais na jornada de compra como um todo do que apenas na prospecção.

6) Foco nos vídeos ao vivo

Foco nos vídeos ao vivo

Instagram e Facebook já permitem a transmissão de vídeos ao vivo e eles devem bombar em 2018, portanto, mais uma ação para ser colocada em prática. Levantamentos já mostraram que, no Facebook, um vídeo tem, em média, 130% a mais de visualizações do que uma imagem.

A transmissão ao vivo aproxima o consumidor da marca e permite uma interação maior. O resultado disso é a humanização da empresa e é isso que o público quer ver. Mostrar quem está nos bastidores daquele produto ou serviço, quem realmente faz acontecer é sempre interessante.

7) Realidade virtual

Realidade Virtual

Se a sua empresa vende online, que tal melhorar ainda mais a experiência de compra do consumidor? E não só para compra, mas o próprio conteúdo em si pode ser combinado com a realidade virtual, para que quem está do outro lado tenha uma vivência mais imersiva. Em um mundo onde a competição pela atenção do internauta é cada vez mais ferrenha, tudo que contribuir para chamar essa atenção é válido.

 

capa-ferramentas-aumentar-vendas-2018
Post anterior
Ferramentas essenciais para aumentar as vendas em 2018
capa-ferramentas-aumentar-vendas-2018 (1)
Próximo post
O que a sua loja virtual precisa para ser um sucesso

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!