15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true

14 práticas para atingir os melhores resultados com o email marketing

Não importa se você é um novato no marketing digital ou se tem bastante experiência na área. O objetivo é sempre o mesmo: atingir os melhores resultados com o email marketing.

Isso significa que não basta escrever um email qualquer, enviar para as suas listas e rezar para ter retorno. Você precisa entender o comportamento do público e otimizar as suas campanhas para ter aberturas, cliques e conversões.

Mas como fazer isso? Se você acompanha o blog do Nitronews com certeza já está atento às melhores práticas de email marketing, mas hoje vamos reuni-las em um só lugar.

Claro que nem todas vão funcionar da mesma maneira, pois nem todos os públicos são iguais. Faça testes e observe o comportamento dos seus assinantes para determinar o que funciona melhor no seu caso. A chave para o sucesso a longo prazo com suas campanhas de email (e quaisquer outras campanhas de marketing, na verdade) é continuar observando, analisando e aprendendo o que funciona para você.

Confira a lista e certifique-se de que essas dicas serão implementadas na sua rotina de criação de novas campanhas:

1. Use os emails de boas-vindas para construir relacionamentos sólidos com seus clientes

email de boas vindas

O email de boas-vindas é a mensagem mais eficaz que você pode enviar para seus clientes. De acordo com uma pesquisa recente do GetResponse, as taxas médias de abertura aumentam cerca de 80% – e as taxas de cliques ficam em torno de 22 a 25%.

Os emails de boas-vindas também ajudam a manter sua lista higienizada e a melhorar sua capacidade de entrega. Eles também garantem aos seus novos destinatários de email que a inscrição funcionou e que as informações desejadas estão a caminho.

Além disso, eles ajudam você a se conectar com novos inscritos. Ofereça algo valioso ou exclusivo no início da jornada e veja os cliques aumentarem.

2. Envie emails no momento certo para aumentar sua taxa de conversão

envie emails no momento certo

Cada remetente quer que sua newsletter esteja no topo da caixa de entrada. Afinal, a maioria dos assinantes escolhe abrir os emails que veem primeiro.

Então, quando você deve enviar seus emails para ter certeza de que estará no topo da lista?

Dois períodos de tempo tendem a obter as melhores taxas de abertura e cliques: entre as 9-11h e entre as 15-17h.

E qual é o melhor dia para enviar suas campanhas de email?

Quando se trata de escolher o dia certo, isso não faz uma grande diferença – contanto que você fique longe do fim de semana.

Dito isso, você precisa lembrar que esses são resultados globais que levam em consideração todos os setores. É provável que seu público responda a campanhas enviadas em um horário diferente. Depende do seu mercado, das tendências do consumidor e das preferências dos seus clientes.

3. Envie emails na frequência certa para ter uma lista de contatos engajada

Envie emails na frequência certa para ter uma lista de contatos engajada

Outra prática recomendada de email marketing é saber com que frequência você deve entrar em contato com seus inscritos, e isso pode ser uma tarefa complicada.

Se analisarmos os dados de frequência de envio de emails, veremos que as empresas que enviam apenas um boletim informativo por semana obtêm a maior média de taxas de abertura e cliques.

Com que frequência você deve enviar seus boletins informativos?

Ao mesmo tempo, como a maioria dos profissionais de marketing deseja maximizar o ROI de sua campanha de email, em vez da média de CTRs, devemos procurar o número total de conversões que eles geram. Com base nessa suposição, talvez seja melhor enviar dois ou mais emails na mesma semana.

Mas, para ter certeza, precisamos levar em conta alguns outros fatores: receita extra que você ganha ao enviar uma campanha extra, quantos assinantes deixam sua lista depois de receber muitas mensagens, além do custo de substituir esses leads.

Um estudo conduzido pela Return Path em 2015 enfocou as consequências de enviar mensagens de mais e de menos, e também como a frequência de envio afeta as taxas de sinalização de SPAM. Em suma, enviar poucos emails leva a perda de oportunidades de receita, menor valor da vida útil, falta de presença na caixa de entrada, reputação ruim ou inconsistente do remetente, incapacidade de manter uma lista limpa e evitar armadilhas de SPAM e aumento de taxas de reclamação.

Mandar muitos emails, por outro lado, leva a um engajamento menor, a um maior número de opt-outs, visibilidade reduzida para todos os assinantes e mais reclamações.

O ideal é testar a sua audiência e ver o que funciona melhor. Divida seu público em dois ou mais grupos e veja se o envio de uma campanha extra por email aumenta seus resultados, tanto a curto como a longo prazo.

Você também pode pedir ao público-alvo que gerencie sua própria frequência usando um centro de preferências de email. Lembre-se de que, embora seja fácil controlar com que frequência você envia emails, muitas vezes é mais difícil ver quantos emails acionados são enviados a seus contatos a cada semana, especialmente se eles são enviados em resposta a uma ação.

4. Observe sua capacidade de entrega e evite a pasta de spam

Observe sua capacidade de entrega e evite a pasta de spam

A entregabilidade dos seus emails é crucial para o sucesso da sua campanha. Não importa quão interessantes ou bonitos sejam seus emails. Se os inscritos nunca os visualizarem, eles não vão gerar conversões.

Muitos profissionais de marketing acham que apenas o provedor de serviços de email lida com a capacidade de entrega de email, mas não é bem assim. Seu conteúdo, frequência e métodos de criação de lista afetam sua capacidade de entrega.

Todas as práticas mencionadas neste artigo ajudarão a melhorar seu desempenho. Mas você deve especialmente ficar de olho em como funciona a capacidade de entrega de emails e como melhorá-la. Também é importante acompanhar as métricas de email marketing, como taxas de rejeição, taxas de reclamação e taxa de opt-out.

5. Use um nome de remetente memorável

Use um nome de remetente memorável

Quando o assunto é email marketing, a primeira impressão é muito importante. Se o seu email não se destacar e gerar confiança, seus inscritos provavelmente não se incomodarão em abri-lo.

E se eles ignorarem seus boletins informativos algumas vezes, suas campanhas futuras podem ir direto para o lixo. É por isso que prestar atenção ao nome do remetente é uma prática recomendada de email marketing. Pense nisso como você pensou no nome da sua marca.

Mas como fazer isso? Primeiro, o nome do remetente deve ser reconhecível e memorável.

A maioria das marcas usa um dos seguintes formatos:

– [Marca]

– [Nome do funcionário] em [Nome da marca]

– [Nome do funcionário] @ [nome da marca]

– [Nome da marca] Suporte ao cliente

– Boletim informativo da [marca]

Você deve testar para ver qual funciona melhor com a sua audiência, e o que é adequado às diretrizes de voz da sua marca.

Se você tiver um funcionário forte com uma boa marca pessoal associada a uma campanha específica, poderá usar a combinação de [Nome do funcionário] em [Nome da marca]. Mas isso pode não funcionar para campanhas B2B, quando é mais importante para a comunicação vir da própria marca.

Depois de testar, mantenha-se fiel ao nome escolhido. Com o tempo, as pessoas se acostumarão a ver o mesmo nome. Se você alterá-lo mais tarde, elas podem não conectá-lo imediatamente à sua marca.

Você também precisa pensar no endereço do remetente, porque constrói sua própria reputação ao longo do tempo – aos olhos dos provedores. Para evitar problemas com a capacidade de entrega de emails, não altere o endereço com muita frequência, envie a partir de um domínio da empresa (não de um serviço de email gratuito, como Gmail ou Yahoo) e use um endereço confiável.

6. Seja autêntico, busque feedback e descarte o endereço noreply

Seja autêntico, busque feedback e descarte o endereço noreply

Os endereços noreply são irônicos. A maioria dos profissionais de marketing jura que seus clientes estão no centro de seus negócios, que se preocupam com suas opiniões e feedback, tanto positivos quanto negativos. E então, depois de ganhar sua confiança e convencê-los a preencher um formulário opt-in, eles usam um endereço de email que diz: “Não nos importamos o suficiente com você para verificar essa caixa de entrada”.

A gente entende. O grande volume de mensagens de respostas automáticas e de ausência do escritório pode ser um incômodo. E às vezes seu email não parece ser algo que as pessoas responderão, mas seus clientes podem ver as coisas de maneira diferente.

Não dificulte o feedback. Você provavelmente tem perfis de negócios no Twitter, Facebook e LinkedIn – tudo para estar onde seus clientes estão, e estar disponível.

É o mesmo com o email marketing. Quem sabe, talvez aqueles que se importam o suficiente para enviar uma resposta serão seus melhores embaixadores da marca. Ou seja, os benefícios de abandonar o endereço noreply @ superam os efeitos negativos.

7. Crie e teste suas linhas de assunto de email para aumentar o número de aberturas

Crie e teste suas linhas de assunto de email para aumentar o número de aberturas

Estudos mostram que até 50% dos inscritos decidem abrir uma mensagem com base na linha de assunto.

Seus destinatários geralmente só verão três coisas antes de decidirem abrir ou ignorar sua mensagem:

– Nome do remetente

– Linha de assunto

– Preheader

Já que a linha de assunto é muito mais longa do que o nome do remetente e o preheader, ela desempenha um papel mais importante na ação que os assinantes fazem. Então, como escrever títulos de email eficazes?

Antes de mais nada, reserve um tempo para criá-las. Trate-os como o elemento mais importante da sua campanha de email – o que elas realmente são.

Use dados, não seu pressentimento. Seja criativo. Experimente personalização e emojis. Ambos mostraram ter um efeito positivo nas taxas médias de abertura de email.

E lembre-se sempre do seu público-alvo: quais dispositivos eles usam para abrir seus emails? Quando e onde eles clicam neles? E no que eles estão interessados?

8. Use a confirmação de opt-in para criar uma lista melhor

Use a confirmação de opt-in para criar uma lista melhor

Quando falamos de práticas recomendadas de email marketing, é importante dizer que a qualidade da lista de emails é mais importante que a quantidade.

Porém muitos profissionais de marketing têm medo de usar o opt-in confirmado. Eles têm medo de que a lista diminua, que menos pessoas se inscrevam, que os usuários se irritem com a inscrição em dois passos. Mas os dados garantem que os benefícios superam as perdas.

No mínimo, isso afetará positivamente sua capacidade de entrega – o que já é uma grande vitória.

9. Use atrativos para aumentar sua lista de email rapidamente

Use atrativos para aumentar sua lista de email rapidamente

Com mais concorrência, criar uma lista de email não é tão fácil quanto já foi, pois seu público-alvo tem muito mais fontes de informações para escolher.

É também porque alguns profissionais de marketing abusaram do privilégio de entrar na caixa de entrada dos seus consumidores. Eles enviaram muitas campanhas de email enganosas, irrelevantes ou desinteressantes. Isso significa que os visitantes do site podem pensar duas vezes antes de preencher um formulário.

Hoje em dia os usuários esperam muito mais valor em troca de seu endereço de email. E é difícil provar que sua newsletter vale a pena em um simples formulário.

Mas um atrativo pode ser uma ótima maneira de oferecer valor inicial. As chamadas “iscas” – também conhecidos como incentivos, brindes ou “subornos” – são a melhor maneira de vencer a hesitação das pessoas.

Pode ser um e-book para download, um relatório especial do setor, um calendário ou outro brinde atraente.

É um brinde de baixo custo, mas o valor de ganhar é relativamente alto se você olhar da perspectiva do usuário individual. O que também é interessante é que os e-books permitem que o negócio se posicione como uma autoridade da indústria. E essa é uma jogada de marketing bem inteligente.

10. Crie conteúdo atraente para obter mais cliques

Crie conteúdo atraente para obter mais cliques

O que há de tão especial nos emails que você considera dignos de cliques?

Se você analisar seus boletins informativos favoritos, provavelmente encontrará alguns tópicos em comum. Eles oferecem ótimos produtos, histórias interessantes, artigos instigantes ou vídeos engraçados, entre outras coisas.

Mas quais são os recursos que funcionam melhor? Dados do GetResponse apontam que os emails com vídeo têm taxas de cliques de até 8% mais que os emails sem vídeos. Emails com imagens têm melhor desempenho do que aqueles sem.

Então, você precisa analisar suas campanhas de email e ver o que funcionou bem no passado. Se você ainda não experimentou vídeos, gifs animados, conteúdo interativo, personalização ou emoticons, talvez seja hora de aplicá-los.

11. Teste e visualize antes de apertar enviar

Teste e visualize antes de apertar enviar

“Não cometa erros”. Essa é uma dica valiosa de email marketing!

É fundamental testar e visualizar seus emails antes de cada envio. Reserve um tempo para visualizar seus emails em todos os provedores de email populares e envie a mensagem para você mesmo antes que ela alcance toda a sua lista. É fácil e leva apenas alguns minutos.

12. Design para acessibilidade

Design para acessibilidade

Criar uma campanha de email marketing vai além da simples segmentação e personalização. Você também quer ter certeza de que suas mensagens estão acessíveis.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, mais de 1,3 bilhão de pessoas vivem com alguma forma de deficiência visual. É provável que alguns dos seus assinantes também.

Existem maneiras de facilitar o acesso aos seus emails. Primeiro, adicione o texto ALT às suas imagens. As pessoas que usam um leitor de tela podem entender melhor o conteúdo.

Adicione um período após o texto da imagem. O leitor de tela fará uma pausa e ficará mais fácil de entender seu email. Você também pode verificar a taxa de contraste da imagem para melhorar a legibilidade.

13. Use um preheader

Use um preheader

Você lembra que dissemos o nome do remetente, a linha de assunto e o preheader são as primeiras coisas que os assinantes veem?

Embora eles provavelmente vejam primeiro o nome do remetente, o preheader ainda desempenha um papel importante.

Este é especialmente o caso de campanhas de email com linhas de assunto mais curtas, já que o preheader ocupará mais espaço. O preheader pode melhorar sua linha de assunto de email e aumentar suas taxas de abertura.

14. Inspire a ação

Inspire a ação

Para ter sucesso no email marketing, seus assinantes devem realizar a ação que você deseja. Mas às vezes você precisa dar um empurrãozinho.

Ao criar seus emails, verifique se os destinatários sabem o que fazer a seguir. É fazer o registro para um webinar? Baixar um ebook? Ou talvez compartilhar seu conteúdo?

Seja o que for, peça!

Para fazer isso, você precisará de calls to action (CTA). Estes podem ser botões ou texto simples. Quanto menos chamadas à ação, mais atenção elas receberão. O design e posicionamento também são importantes.

Mantenha os CTAs visíveis e facilmente acessíveis, especialmente em dispositivos menores.Você pode adicionar um cronômetro de contagem regressiva ou mencionar que a oferta termina em breve.

Ou adicione um depoimento para credibilidade.

Gostou das dicas? Deixe seu comentário abaixo!

erros de email marketing
Post anterior
17 erros de email marketing que sua empresa deve evitar
Programa de Afiliados
Próximo post
Programas de Afiliados: como funcionam e como ganhar dinheiro com ele?

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!