Tudo sobre Entregabilidade em Email Marketing

Tudo sobre Entregabilidade em Email Marketing

Criar uma campanha de email marketing bem sucedida envolve uma série de cuidados para que a sua mensagem seja atraente e acessível ao público. Detalhes como o dia e horário de envio, a linha de assunto e até o tamanho das imagens podem influenciar os resultados do seu email marketing, mas isso de nada adianta se a sua mensagem não chega até a caixa de entrada dos seus contatos.

Por isso, é necessário que você se atente também à entregabilidade do email marketing, e é sobre isso que vamos conversar!

O que é entregabilidade? Por que é importante? Quais são as boas práticas? Continue lendo e descubra!

Vamos começar?

O que é entregabilidade?

Taxa de entregabilidade

Entregabilidade é a taxa que mede quantas das mensagens que você enviou passaram pelos filtros e autenticações dos serviços provedores de email e chegaram até a caixa de entrada dos seus contatos.

A taxa de entregabilidade ideal fica entre 98% e 99%, então fique de olho nas métricas dos seus envios para se certificar de que os seus contatos estão recebendo suas mensagens.

Caso a sua taxa de entregabilidade fique abaixo dos 95%, talvez seja hora de rever a sua lista de contatos - você provavelmente tem muitos emails inválidos na sua base de contatos. A solução é trabalhar na higienização e enviar suas mensagens para os contatos que realmente estão interessados em seus produtos ou serviços. Mas isso é papo pra depois!

Diferença entre entrega e entregabilidade

Estes dois termos, bastante semelhantes, podem confundir os usuários. Então vamos conversar sobre as diferenças entre entrega e entregabilidade para que você entenda como ambas funcionam, e possa ajustar suas campanhas futuras para não comprometer os seus resultados.

Diferença entre entrega e entregabilidade
Entrega Entregabilidade

De maneira bastante resumida, a entrega é a taxa que mede quantos emails saíram do seu serviço de email marketing e chegaram ao servidor do seu destinatário (perceba que chegam até o servidor, e não até o destinatário em si). Já a entregabilidade se refere à quantidade de emails que passam pelas autenticações necessárias e chegam de fato à caixa de entrada dos seus clientes (e aqui estamos falando realmente da caixa de entrada, e não da caixa de SPAM ou outras).

Porque a entregabilidade do email marketing é importante?

Bom, se você está enviando email marketing é porque deseja transmitir uma mensagem aos seus contatos, certo? Pode ser uma promoção, uma notícia ou apenas uma mensagem de boas-vindas. Mas esse esforço não vale absolutamente nada se o email marketing não chega até o destinatário. Por isso, é fundamental acompanhar as taxas de entregabilidade para ter certeza de que o seu email marketing está cumprindo o seu papel e que você não está trabalhando à toa.

Acompanhar essa métrica também é importante para que você faça ajustes, caso seja necessário. Daqui a pouco vamos falar sobre as boas práticas que garantem que a sua mensagem seja entregue corretamente para os seus contatos, fique ligado!

Os dados da entregabilidade do email marketing

1 em cada 5 emails enviados nunca chega ao seu destino.

- Return Path
Ícone enviados nunca chega ao seu destino

Os sinais que os consumidores dão na caixa de entrada

Como mencionamos anteriormente, alguns provedores de email (como o Gmail e o Yahoo) interpretam as ações dos usuários como sinais de como os emails de cada remetente devem ser tratados. Ou seja, se um usuário não dá atenção para a sua mensagem, esses programas entenderão que ela é irrelevante.

Confira quais são as ações em que você precisa prestar atenção

O que é reputação de IP?

Ícone sobre a reputação do IP

Cada vez que você envia um email marketing, os provedores de serviços de email (como Gmail, Yahoo, Outlook e outros) avaliam o seu score, que é baseado nos envios anteriores realizados pelo mesmo endereço de IP. Quanto maior a sua “nota”, maior a probabilidade do seu email marketing ser entregue nas caixas de entrada dos seus contatos, e vice-versa. Se você (ou outra empresa que utiliza o mesmo IP) não realizou os envios de acordo com as boas práticas do email marketing, o seu score pode ser reduzido - e seus envios futuros comprometidos.

Quanto maior a sua “nota”, maior a probabilidade do seu email marketing ser entregue nas caixas de entrada dos seus contatos

O que afeta a reputação do IP

O fator principal para ter uma reputação impecável é seguir as boas práticas do email marketing. Ou seja, você não pode enviar mensagens não solicitadas, comprar listas, criar emails muito pesados ou usar termos muito usados por spammers como compre, grátis, urgente, etc. Cada uma dessas ações é facilmente identificada pelos provedores de email, e são punidas com a diminuição da reputação.

Como manter a reputação em alta

Para manter a reputação do IP, o indicado é que você realize a higienização da sua lista regularmente para remover os contatos inativos e desengajados. Outro fator que pesa bastante na reputação é o número de reclamações de SPAM que seus emails recebem - ou seja, é fundamental que você envie suas mensagens somente para usuários que fizeram o opt-in. Também é importante que os destinatários interajam com o seu conteúdo, aumentando as taxas de engajamento. Quanto mais engajamento, maior a reputação.

IP dedicado ou compartilhado: qual o melhor?

Ao contratar um serviço de envio de email marketing você talvez se depare com uma dúvida muito comum: IP dedicado ou compartilhado? Ambas opções são boas, e você pode criar campanhas de muito sucesso em qualquer uma delas. Mas é importante que você conheça cada uma delas para que faça uma escolha consciente. Basicamente, um IP dedicado é utilizado por um único cliente, enquanto o IP compartilhado é dividido entre diversos usuários.

Ícone sobre IP compartilhado

O IP compartilhado geralmente é consideravelmente mais barato do que o dedicado, e é indicado para pequenas e médias empresas que não têm uma base gigantesca de contatos.

Ícone sobre IP dedicado

o IP dedicado é especialmente indicado para clientes que têm bases de contatos muito grandes ou realizam muitos envios todos os dias

Uma grande vantagem do IP compartilhado é que você pode começar a enviar emails imediatamente após a contratação, sem necessidade de aquecimento de IP (leia mais sobre o assunto abaixo). O lado ruim de usar um IP compartilhado é que você não compartilha só o IP com outras empresas - compartilha também a reputação. Se alguém que usa o mesmo IP disparar um SPAM, todos são prejudicados pela redução no score. As empresas de email marketing, entretanto, geralmente acompanham as métricas que podem afetar a reputação para garantir que ninguém seja prejudicado.

Uma das grandes vantagens de usar um IP dedicado é que os serviços de certificação, como o Senderscore Certified, exigem um endereço dedicado dos usuários. E, ao acompanhar as métricas, você pode fazer ajustes imediatos para resolver qualquer problema relacionado à reputação dos seus envios. Na lista das desvantagens de usar um IP dedicado é que, além de pagar mais pelo serviço, você terá que esperar cerca de 30 dias para que o aquecimento do IP seja realizado. Não sabe o que é aquecimento de IP? Continue lendo!

Aquecimento de IP

Quando você contrata um IP dedicado para os seus envios, é designado um IP ou uma faixa de IPs exclusiva para seu domínio. Porém os provedores de email têm algumas regras para novos IPs que podem prejudicar os seus primeiros envios, e é por isso que se aconselha o aquecimento de IP.

Para mostrar aos provedores que os seus envios são genuínos existe uma série de ações que devem ser tomadas nos 30 primeiros dias de um IP.

Ícone sobre segmentar a lista

Entre elas, recomenda-se segmentar a lista e enviar emails apenas para os inscritos recentes,

que têm mais chance de se engajar com o seu conteúdo e menor probabilidade de sinalizar o seu email como SPAM. Também é fundamental que nesse período de “testes” os seus envios não tenham mais do que 5% de bounces (emails devolvidos por endereço inválido) e 0,1% de sinalizações de SPAM - caso o IP ultrapasse esses números, a recomendação é recomeçar o aquecimento. Depois disso, basta aumentar gradativamente o número de emails enviados até que acabem os 30 dias.

Esse processo de aquecimento de IP é extremamente importante para que você tenha o maior alcance possível com os seus envios, portanto deve ser realizado com muito cuidado.

Aqui no Nitronews somos especialistas

e podemos configurar e aquecer seu IP para que suas mensagens tenham o impacto que você deseja ao trabalhar com email marketing!

Autenticações no Email Marketing

Além de aquecer o IP e enviar mensagens conforme as boas práticas do email marketing, é necessário usar algumas autenticações para garantir que o seu email seja entregue nas caixas de entrada de seus contatos. Ao usar o Nitronews você não precisa se preocupar com isso, pois a nossa equipe de suporte técnico está à disposição para auxiliar nas configurações de sua conta, mas é importante conhecer e saber como funcionam. Continue lendo para saber mais sobre as autenticações de email marketing!

O que é SPF

SPF é uma sigla que significa Sender Policy Framework e é uma autenticação que garante que outros servidores não possam mandar mensagens em nome do seu domínio. Ou seja, ao usar o SPF, você impede que o nome da sua empresa seja utilizado em fraudes e scams que são bem comuns em emails.

Ícone sobre SPF

o SPF, você impede que o nome da sua empresa seja utilizado em fraudes e scams que são bem comuns em emails.

Quando o seu email chega até o servidor do destinatário, ele é analisado e, caso possua o SPF, direcionado ao destinatário. O SPF é configurado junto ao DNS com uma entrada .txt que garante que o seu email tem autorização para enviar mensagens através daquele domínio.

O que é DKIM

DKIM, sigla para Domain Keys Identified Mail, é um mecanismo para autenticação de email baseado na criptografia de chaves públicas. Através do uso do DKIM, as organizações assinam digitalmente as mensagens que enviam, permitindo ao receptor confirmar a autenticidade da mensagem. A assinatura digital é verificada através da chave pública obtida por meio de consulta ao DNS do domínio.

Ícone sobre DKIM

Através do uso do DKIM, as organizações assinam digitalmente as mensagens que enviam, permitindo ao receptor confirmar a autenticidade da mensagem.

Ao contrário do SPF mencionado antes, que verifica somente o "envelope", o DKIM verifica o cabeçalho da mensagem. Alguns passos são necessários para habilitar o DKIM, como: criar um par de chaves pública e privada; deixar a chave pública disponível via DNS, de forma semelhante à publicação do SPF; colocar a chave privada no MTA responsável pelo envio das mensagens. Para utilizar o DKIM no envio de mensagens basta assinar cada email com a chave privada colocada no MTA. Esta assinatura é enviada como um campo adicional do cabeçalho.

Por outro lado, os servidores realizam as seguintes ações para verificar a autenticidade de uma mensagem recebida: obter a chave pública do domínio do From: via DNS; ou verificar a assinatura da mensagem. Essa verificação pode chegar a três conclusões:

  • 1) a assinatura é válida e a mensagem vem realmente do domínio indicado no campo From:;
  • 2) a assinatura não é válida, o que leva a mensagem a ser marcada como suspeita ou ser recusada;
  • 3) o domínio do remetente não possui um registro DKIM, não sendo possível usar a informação de DKIM como critério de decisão.

O que é DMARC

Quando os provedores de email perceberam que apenas o SPF e o DKIM não eram suficientes para barrar todos os casos de SPAM e phishing que circulam na internet, foi criado o DMARC (Domain-based Message Authentication, Reporting and Conformance). A função dele é se fundir às validações existentes para unificá-las, e assim reduzir o potencial de fraudes e mensagens não solicitadas.

Ícone sobre DMARC

A função dele é se fundir às validações existentes para unificá-las, e assim reduzir o potencial de fraudes e mensagens não solicitadas.

Quando o DMARC é implementado, ele indica aos servidores como agir ao receber a mensagem enviada. Os maiores provedores de email, por sua vez, só deixam passar os emails que tenham todas as autenticações - por isso, ter o DMARC configurado no domínio é essencial para o sucesso das suas campanhas. Além de barrar as mensagens fraudulentas, algumas ferramentas, como o Outlook e o Gmail, enviam relatórios listando os emails que estão causando problemas. Assim as empresas podem identificar se estão sendo vítimas de fraude ou se a configuração das validações está errada.

Aliás, é muito importante configurar o DMARC corretamente para que as validações sejam eficazes, garantindo que suas mensagens serão entregues corretamente. O DMARC é um complemento para o SPF e para o DKIM, então é fundamental aplicá-los em conjunto, com as configurações certas, para que suas mensagens não sejam barradas antes de chegar ao destino pretendido.

Boas Práticas que aumentam a Entregabilidade

Para garantir a qualidade das mensagens que chegam até a caixa de entrada dos usuários, os provedores utilizam outros critérios para avaliar cada email que recebem. São detalhes aparentemente pequenos, mas que possuem um papel determinante no sucesso de cada campanha de email marketing. Continue lendo e confira quais são as boas práticas de email marketing que podem afetar a sua entregabilidade:

HTML

Ícone sobre código em HTML

Usar um código HTML de qualidade, sem problemas na formatação, é um indicativo de que se trata de uma mensagem séria, de um remetente de confiança. Códigos muito bagunçados podem afetar a reputação do seu envio e mandar sua mensagem direto para a caixa de SPAM (às vezes os emails são bloqueados antes, e não chegam a lugar algum).

Também é importante ressaltar que mensagens compostas apenas com imagens incorporadas não são vistas com bons olhos pelos provedores de serviços de email - a menos que sejam enviadas por pessoas de confiança, em caráter pessoal. O HTML é uma solução muito melhor, pois evita o famoso “clique aqui para ver a imagem” que, convenhamos, ninguém clica. Mas isso não é motivo para se preocupar, caso você não entenda nada de programação.

Ícone logotipo Nitronews

Os bons serviços de email marketing, como o Nitronews, oferecem templates prontos que você pode utilizar para elaborar suas mensagens da maneira fácil e rápida, e enviar sem nenhuma preocupação.

Qualidade da lista de contatos

Ícone sobre qualidade da lista de contatos

A gente sabe que comprar listas de contatos parece uma boa ideia, e muitas empresas fazem esse investimento acreditando realmente que irão aumentar o alcance das suas mensagens. Mas na realidade o ato de comprar listas de contatos pode prejudicar seriamente os seus envios , já que essas listas não são verificadas e contam com inúmeros contatos desatualizados ou inexistentes. Os servidores de email, inclusive, usam alguns emails abandonados como spam traps. Ou seja, as empresas que enviam mensagens para esses endereços são imediatamente classificadas como spammers, já que a única maneira de obter os emails é através da compra de listas.

Por isso, é fundamental que você conquiste os seus contatos e monte a sua lista de maneira orgânica.

Pode demorar um pouco mais, mas você terá a certeza de que cada contato tem real interesse no seu conteúdo e poderá efetuar uma compra a qualquer momento.

Higienização de bases

Higienização de bases

Manter a sua base de contatos atualizada é fundamental para ter uma boa entregabilidade no seu email marketing. Se você não prestar atenção e seguir enviando emails para contatos inativos ou inexistentes, os servidores de email vão entender que você está usando listas compradas ou que não obteve autorização de seus usuários para o envio. E isso vai diminuir consideravelmente a sua reputação e, consequentemente, a sua entregabilidade.

A solução para esse problema é, além de realizar envios apenas para indivíduos que expressaram claramente o desejo de receber seus emails, manter a sua lista sempre atualizada. Como fazer isso? É simples: acompanhe os seus envios e veja quais emails foram devolvidos. Depois, delete esses contatos da sua lista sem dó nem piedade. A gente sabe o quanto é difícil conquistar um novo cliente, mas recuperar a reputação é um desafio ainda maior.

Ícone higienização automaticamente periodicamente

Se você não tem tempo para esse acompanhamento, não tem problema: ferramentas de envio de email marketing de qualidade, como o Nitronews, realizam essa higienização automaticamente periodicamente

Conteúdo relevante

Não é exagero quando os maiores especialistas e gurus do Marketing Digital afirmam que o “conteúdo é rei”. O conteúdo é o alicerce de qualquer campanha de marketing, e você deve compartilhar informações realmente úteis com seus clientes para que seus emails mantenham as taxas de entregabilidade em alta.

Ícone conteúdo é rei

O “conteúdo é rei”. O conteúdo é o alicerce de qualquer campanha de marketing, e você deve compartilhar informações realmente úteis com seus clientes

Isso não significa que você não deve oferecer seus produtos e serviços através do email marketing. Afinal, o objetivo final de cada envio é a venda, a conversão. Mas é necessário que você conheça os seus usuários e segmente-os corretamente para enviar apenas os conteúdos (inclusive comerciais) que se encaixam dentro das necessidades de cada um.

Uma boa maneira de descobrir quais são os conteúdos que mais interessam a cada uma das suas listas é criar uma persona que represente cada perfil de consumidor. Você pode ter listas específicas para cada gênero, cada faixa de idade, cada nível de escolaridade, e assim por diante. O importante é que, a cada email enviado, você estreite laços e continue convencendo os consumidores a abrir e conferir suas mensagens. Dessa maneira, os servidores de email vão entender que o seu conteúdo é relevante, e suas mensagens sempre serão entregues da maneira apropriada, na caixa de entrada dos seus contatos.

A importância de usar uma empresa de confiança para o envio do seu email marketing

Não importa se você está começando ou se já trabalha com email marketing. É importante se certificar de que você está usando uma empresa de confiança para o disparo das suas mensagens. Uma empresa que preza pela qualidade entregará o seu email com segurança e confiabilidade - já que você está investindo em email marketing, é bom ter a certeza de que a sua mensagem será entregue, não é mesmo?

Nos colocamos à disposição de qualquer um que deseja melhorar seus índices de entregabilidade. Estar no mercado há anos é apenas um dos diferenciais do Nitronews. Nós dominamos as boas práticas de envio, aquecemos o seu IP e acompanhamos os resultados dos seus envios (com higienização automática da base sempre que necessário), o que garante a entrega na caixa de entrada de seus contatos na data e hora que você achar mais conveniente.

Para saber mais sobre o Nitronews e conferir nossos planos (inclusive os gratuitos), clique aqui: https://www.nitronews.com.br/

Tipos de endereços de email prejudicam sua reputação

Você sabia que existem diversos tipos de emails que podem prejudicar sua reputação e comprometer suas campanhas de email marketing? Eles podem reduzir a sua taxa de entrega e até gerar bloqueios em sua conta. Para ajudá-lo, vamos listar os tipos de endereço de email mais perigosos para as suas campanhas de email marketing, explicar como funcionam e como você pode evitá-los em suas bases de emails.

As campanhas de email marketing são parte essencial da estratégia de marketing digital das empresas. Mas é preciso ter uma boa reputação para conseguir uma boa entregabilidade e alcançar um ROI satisfatório (ou seja, ter um bom retorno pelos seus investimentos e esforços).

Ícone contatos que estejam interessados

Para conseguir isso, é preciso garantir que sua base de emails contenha apenas contatos que estejam interessados no que a sua empresa tem a dizer.

É a reputação que vai determinar como o servidor do email de seus contatos destinatários vai enxergar e classificar seu email.

Dependendo de sua reputação, você corre o risco de suas mensagens serem marcadas automaticamente como spam e sequer serem abertas.

Ícone dependendo de sua reputação

Mas não é apenas com os descadastros de usuários desinteressados que você deve se preocupar para garantir uma boa reputação. Existem diversos tipos de emails que, mesmo não sendo necessariamente inválidos, prejudicam a sua campanha de email marketing e reduzem suas taxas de entrega. Esses emails podem até gerar bloqueios severos em sua conta de email marketing.

Agora vamos falar sobre todos os tipos de email perigosos que você precisa conhecer para evitar prejudicar sua reputação e, assim, auxiliar no sucesso de suas campanhas de email marketing.

Nos próximos tópicos, você vai conhecer os seguintes tipos de email e como retirá-los de sua base de contatos:

Spam traps ou armadilhas de spam

Os Spam traps funcionam como verdadeiras armadilhas armadas para identificar e punir os emails que enviam spam. Caso você envie emails para alguma conta spam trap, será capturado em suas armadilhas e sua entregabilidade será drasticamente afetada. Ou seja, os provedores de emails identificarão sua conta como spam e não vão entregar suas mensagens aos destinatários. Então tome cuidado!

Bom, basicamente, existem dois tipos de spam traps: os spam traps novos (ou puros) e os spam traps reciclados.

Os spam traps novos são endereços de email criados especificamente para atuar como spam traps. Ou seja, eles nunca pertenceram a usuários reais. Quem possui spam traps desse tipo em sua base de contatos, com certeza comprou listas de emails ou realizou uma harvesting (ou varredura) com um programa que busca emails na web. Esses programas buscam – fazem uma varredura – em websites e fóruns, por exemplo, endereços de emails para agregar em sua lista.

Por isso, é importante construir sua base de emails de forma orgânica com usuários interessados de verdade em seu conteúdo.

Já os spam traps reciclados, são endereços de email que já pertenceram algum dia a um usuário real, que pode até ter realizado cadastros e interagido com campanhas de email marketing, mas que agora abandonou e fechou sua conta.

Os provedores de email reativam esses endereços e os utilizam para saber quem continua realizando envio para eles.

Quando recebem emails, eles sinalizam massivamente ao provedor que as mensagens são lixo eletrônico (ou spam) e podem até mesmo bloquear futuras campanhas de email marketing.

Ícone como evitar

Como Evitar?

Os spam traps não geram erros de envio, mas recebem os emails normalmente. Além disso, seus endereços de email não são fáceis de monitorar, pois não são endereços suspeitos.

Mas, então, como saber se algum email da sua base de emails é um spam trap? Bom, não tem muito como. Mas para evitar cair nessa armadilha,

é importante eliminar de sua base de dados os endereços que não tenham tido nenhum engajamento durante o período de 3 a 6 meses, em média.

Além disso, utilizar uma ferramenta de verificação de segurança de emails (existem muitas no mercado), pode te ajudar a identificar e remover emails com grande potencial de serem spam traps.

Disposable emails ou emails descartáveis

Os emails descartáveis são utilizados principalmente por pessoas que querem realizar cadastros ou adquirir serviços e não querem fornecer seu email real e ter suas caixas de entrada lotadas de spam. Isso porque, hoje em dia, é comum que lojas tenham seus dados hackeados ou vendam suas bases de endereços de email.

Ícone apenas algumas horas

cada vez mais usuários estão criando emails descartáveis que funcionam por apenas algumas horas.

Para evitar isso, cada vez mais usuários estão criando emails descartáveis que funcionam por apenas algumas horas. Assim, eles reencaminham os emails necessários para o cadastro para o email real da pessoa e depois desaparecem sem deixar rastros.

O maior problema desse tipo de email é que, como o email se torna inválido depois de algumas horas, eles geram bouces (erros de envio) para o seu remetente. Acontece que quando uma mensagem enviada tem mais de 30% de bounces do total de destinatários, pode ocorrer o bloqueio da conta

Ícone como evitar

Como Evitar?

Neste caso, a melhor solução é utilizar uma ferramenta de verificação de segurança de emails para ajudar a identificar e remover emails que estão inativos. O validador de emails vai ajudá-lo a identificar os emails inativos e não correr o risco de prejudicar sua reputação ou ter sua conta bloqueada.

Scraped emails ou emails “rapados”

Os scraped emails são emails vindos de uma técnica spammer chamada scraping (que em inglês remete ao verbo “raspar”). A técnica consiste em encontrar domínios válidos – normalmente de emails corporativos – e chutar os nomes mais comuns e possíveis de acertar, como vendas@, financeiro@ ou @comercial@, por exemplo.

Scraped emails

“Mas eu não sou um spammer” é o que você pode estar dizendo agora. Porém, como essa prática cresceu no mercado, os provedores estão duas vezes mais espertos para monitorar esse tipo de endereços.

Ícone como evitar

Como Evitar?

Nesse caso, prefira ter em sua base, emails corporativos cujos destinatários sejam pessoas e não departamentos. Por exemplo, não envie para financeiro@empresa.com.br; prefira enviar para a julia@empresa.com.br.

prefira ter em sua base, emails corporativos cujos destinatários sejam pessoas e não departamentos

Como a rotatividade em empresas é grande, as chances de o email do funcionário da vez do “departamento financeiro”, por exemplo, acabar classificando o seu email como spam é grande. Isso mesmo se o funcionário anterior tenha apresentado grande engajamento.

Além disso, ferramentas de verificação de segurança de emails também podem auxiliar a identificar scraped emails para você poder retirá-los de sua base de contatos.

Junk emails

Os Junk emails são emails cujos endereços contém caracteres sem sentido, sequências numéricas ou palavrões.

Junk emails

É preciso ficar atento a esse tipo de email, pois além da grande possibilidade de não existir usuários reais por trás dessas contas, eles podem prejudicar sua taxa de entregabilidade. Os emails cujos endereços contêm palavrões podem acionar sistemas antispam, que possuem filtros de palavras. Assim, seu email poderá ser bloqueado na entrega e sua reputação vai sofrer um grande impacto.

Já os emails numéricos normalmente pertencem a sistemas bancários, que possuem filtros antispam fortes e vão ignorar seus emails. Nesse caso, a falta de engajamento é o que prejudicará a sua reputação.

Ícone como evitar

Como Evitar?

Para evitar esse tipo de email, faça uma revisão constante na sua base de dados e utilize ferramentas de verificação e segurança de emails.

Mesmo que suas mensagens não acabem classificadas como spam, as chances de engajamento são baixíssimas. E para ter sucesso com suas campanhas, é importante ter em sua base de emails apenas contato de qualidade.

Emails com longos períodos sem engajamento

Como você viu, emails que ficam longos períodos sem engajamento são potenciais spamtraps reciclados. Só isso já deveria ser o suficiente para você considerar eliminá-los de sua base de emails.

Emails com longos períodos sem engajamento

Ainda que a média de emails convertidos em spamtraps reciclados não seja tão grande frente ao total de emails sem engajamento em sua base, acreditamos que não vale a pena correr esse risco. Sabe por quê?

Há uma outra ótima razão para você considerar remover esses emails: eles podem afetar sua taxa de entregabilidade. Mas como?

Bom, um dos principais aspectos que os provedores de email levam em conta nos seus algoritmos para classificar o encaminhamento de emails para a caixa de entrada ou para o spam é o total de engajamento que suas campanhas têm no geral. A taxa de engajamento, neste caso, é o total de abertura dos seus emails.

Se muitos dos seus destinatários não abrem nunca os seus emails, a sua taxa de engajamento está sendo severamente prejudicada.

Pode ser melhor retirar esses emails de sua base, ou você corre sério risco de que seus emails passem a ser encaminhados diretamente para a caixa de spam.

Ícone como evitar

Como Evitar?

Revise constantemente sua base de emails e esteja atento a emails que estejam a longos períodos sem interação. É possível fazer esse acompanhamento com o auxílio de programas específicos, mas é importante manter um histórico dos envios.

De qualquer forma, não hesite em remover emails que há tempos não tenham engajamento. Afinal, o seu objetivo com a campanha é alcançar contatos de qualidade e, assim, gerar novos clientes para o seu produto ou serviço ou aumentar o interesse por sua marca. Contatos sem engajamento podem prejudicar isso.

Emails de sistema, como os transacionais, não-responda, etc.

Esses são aqueles emails que pertencem a sistemas automatizados e não a usuários reais. Eles são emails que enviam respostas automáticas e que certamente não vão interagir com as suas campanhas.

Sistemas automatizados

Pertencem a sistemas automatizados e não a usuários reais

Ícone como evitar

Como Evitar?

Com o crescimento dos e-commerces, esses emails são cada vez mais comuns. Por isso, é possível que você tenha emails desse tipo em sua base de contatos sem nem perceber.

Assim, é importante manter sua base de emails enxuta e com qualidade, revisando constantemente seus contatos e acompanhando os emails que não apresentam interação.

Emails com histórico de bloqueios

Os emails com histórico de bloqueios não são emails inválidos e, assim, não gerarão bounces. Porém, eles também devem ser analisados cuidadosamente.

Ícone hard bounces

Trata-se de um tipo de email que já foi classificado por ferramentas de email marketing como hard bounces (emails inválidos), mas são emails válidos.

Isso acontece pois quando se tenta diversas vezes enviar um email para um destinatário sem sucesso, o provedor desse destinatário tende a bloquear os recebimentos desse remetente. O bloqueio, assim, é causado por filtros do provedor ou firewalls.

Ícone como evitar

Como Evitar?

Não se pode confiar apenas em seu validador de emails na hora de disparar suas campanhas de email marketing. Seu validador identificará apenas os emails válidos ou não.

Para evitar esses emails é preciso acompanhar os relatórios de sua ferramenta de envio realizar uma análise local, cruzando seu histórico de dados e os dados locais de sua base de emails.

Validação de Listas de Email

Você já deve ter ouvido falar do processo de validação de listas de email, não é? Para ter sucesso em suas campanhas de email marketing, é essencial garantir que a sua lista de remetentes seja segura, evitando, assim, a queda da reputação e até bloqueios de sua conta.

Mas como funciona essa validação de lista de emails? E será que vale a pena investir em uma ferramenta dessas?

Como você deve saber, as campanhas de email marketing são um componente fundamental de uma boa estratégia de marketing digital. Muita gente achou que com o avanço e domínio dos smartphones e das redes sociais, o email estaria fadado a acabar. Não poderiam estar mais errados!

Ícone emails seguem firmes e fortes

Os emails seguem firmes e fortes porque eles ocupam um espaço muito específico e que já está consolidado na vida de seus usuários. Eles são a ferramenta mais básica que uma pessoa pode ter na internet.

Por isso, as estratégias de divulgação por meio do email não diminuíram, pelo contrário: aumentaram. E com elas, aumentaram estratégias de moral questionável, como os spammers.

Da mesma forma, os provedores de email fortaleceram o controle e a fiscalização dos envios e recebimentos das mensagens via email. Este controle está muito mais rígido hoje em dia.

Envios para usuários ou domínios que não existem, por exemplo, são duramente punidos pelos servidores. Uma conta classificada como spam tem a sua entregabilidade severamente reduzida. Suas mensagens podem acabar indo direto para a caixa de spam e sequer serem lidas.

Isso definitivamente prejudicaria as suas campanhas de email marketing. E não queremos isso, não é mesmo?

Como controlar toda a base de emails que você adquire com suas estratégias de captação de leads (ou seja, dos contatos que você consegue captar) pode parecer uma tarefa impossível, surgiram ferramentas que fazem uma validação da lista de emails.

Ícone sobre validadores de email

Esses validadores de email conseguem apontar antes do envio quais endereços de emails são inválidos

evitando que eles prejudiquem a sua campanha. Para te ajudar a saber mais sobre esse assunto, fique com a gente.

Emails prejudiciais na sua lista

Existem diversos tipos de emails que podem estar na sua lista que são extremamente prejudiciais à sua estratégia de email marketing. Os tipos de endereços de emails perigosos com os quais você deve ter cuidado são os seguintes:

  • Spam traps (ou armadilhas de spam);
  • Scraped emails (endereços de emails que são “chutados” para aumentar o volume da lista);
  • Junk emails (emails com sequências numéricas ou palavrões);
  • Emails descartáveis;
  • Emails que não apresentam engajamento por mais de três meses;
  • Emails que têm histórico de bloqueios;

A maioria desses tipos de emails pode ser evitada se você não comprar listas de emails e construir sua base de contatos organicamente. Isso, porque listas compradas possuem muitos endereços de emails inexistentes, antigos e abandonados.

Ícone sobre conta inválida

Quando você envia um email para uma conta inválida, você sofre um Hard Bounce, que são aquelas mensagens de erro de envio.

Pode parecer inofensivo, mas dentro de uma campanha de email marketing, ter mais do que 3% do seu total de remetentes em Hard Bounces é um forte indicador de que sua lista de emails não tem qualidade. Ou seja, ou ela é muito antiga ou foi comprada.

Os Hard Bounces impactam a sua reputação negativamente. Mesmo se você apagar este endereço da sua lista de contatos, após levar o Hard Bounce, a sua reputação já foi prejudicada. Mas não é por isso que deve deixar o email inativo ali, hein? O melhor é apagar o quanto antes para evitar novos Hard Bounces!

É aí que entram as ferramentas de validação de emails, que podem te ajudar a detectar a maioria dos emails prejudiciais antes de você disparar sua campanha.

O que são os validadores de emails

Os validadores de emails são ferramentas que servem para “limpar” a sua lista de emails.

Limpar listas de email

Normalmente, a ferramenta funciona desta forma: você faz um upload da sua lista de emails no programa escolhido e ela já te mostra na hora quais os emails que estão inválidos. Além disso, alguns programas permitem que você classifique os emails da sua lista em válidos, inválidos, descartáveis, spamtraps, scraped etc.

Porém, não basta fazer a verificação da sua base de emails apenas uma vez e achar que agora está livre para sempre dos endereços prejudiciais. Não, não, não.

Lembre-se que os emails são substituídos e abandonados a todo o momento. Um email válido hoje pode muito bem ser abandonado e se tornar inválido daqui a um mês. Por isso, é importante fazer uma checagem constante da sua lista para garantir sua segurança. No próximo tópico, vamos te contar como exatamente um validador funciona e quais outras funcionalidades que eles têm.

O que os validadores de emails fazem

Os programas de validação de emails mais simples conseguem basicamente identificar dois aspectos dos endereços da sua lista:

Ícone de lupa

Verificar se os endereços de email da sua lista possuem caracteres inválidos

Ou seja, asteriscos (*), colchetes ([), símbolos como o de porcentagem etc. Caso o endereço possua algum desses caracteres, então, o email é automaticamente invalidado.

Ícone de lupa

Verificar se os domínios dos endereços de email da sua lista são válidos ou não

O domínio é a parte que aparece após o @ do email. No caso do email fulana@dominioquenaoexiste.com, por exemplo, o validador realiza uma busca pelo servidor DNS do domínio ou registros que o representem na Web. Se o domínio não existir, o validador vai apontar isso, te salvando de um Hard Bounce.

Há também os validadores que possuem parcerias com outros programas, que têm sua própria base de dados e informações sobre os endereços e domínios. Por meio dessa parceria, esses validadores conseguem fazer uma checagem cruzada com o banco de dados de seus parceiros, oferecendo resultados mais precisos.

Alguns validadores mais sofisticados também são capazes de realizar checagens constantes em tempo real de emails cadastrados. Esse recurso é muito útil em formulários, aplicativos para celular e fichas de cadastro, por exemplo.

Normalmente, os sites pedem que o usuário confirme o email cadastrado por meio do envio de um link para completar o cadastro. Porém, nesse passo é possível que você perca vários leads, pois vários desistem no processo ou não recebem o email de confirmação. Para ativar essa função de confirmação em tempo real, basta apenas ter uma conexão com a internet e disponibilizar em seu site um campo para o preenchimento do email dos seus potenciais clientes.

Para saber se esse recurso específico vale a pena para você, só analisando e fazendo as contas mesmo. Compare o custo por leads perdidos pelos erros no processo de confirmação e quanto você pagaria por essa função do avaliador. São várias as utilidades do avaliador de emails, não é mesmo? Mas tem certas coisas que a maioria dos validadores de emails não fazem e você deve ficar atento.

O que os validadores de emails não fazem

Nem tudo são flores. Muitos validadores não conseguem dizer se um endereço de email é válido ou não se ele tiver as seguintes características:

  • Caso ele não apresente caracteres inválidos;
  • Caso o domínio seja válido.

Por exemplo, caso o endereço fulano@dominioexistente.com.br não pertença a nenhuma pessoa, muitos validadores podem não o apontar como endereço inválido. Isso porque seu domínio existe e ele não possui nenhum caractere inválido.

Além disso, existem alguns programas de validação que verificam com o servidor do destinatário se o nome digitado antes do @ existe naquele domínio. Acontece que verificar essa informação dessa forma não é muito confiável, pois existem domínios particulares que respondem “sim” automaticamente como medida de segurança e de confidencialidade. Por isso, é preciso conhecer bem o serviço de validação que você está contratando. Às vezes pode compensar pagar um pouco mais para obter resultados mais confiáveis.

De qualquer maneira, não deixe de cuidar de sua base de contatos, pois ela é primeiramente sua responsabilidade. Para te ajudar nessa tarefa, contratar um serviço de validação de emails pode oferecer várias vantagens. No tópico a seguir, vamos falar um pouco sobre elas.

Vantagens do validador de emails

Como vimos, os validadores de email apresentam diferenças entre si quando paramos para analisar as suas funcionalidades. Mas, de uma maneira geral, podemos dizer que eles oferecem, sim, vantagens que podem ser bem interessantes para a sua campanha de email marketing. Algumas das vantagens de utilizar o validador de emails são:

Diminui significativamente a quantidade de Hard Bounces das campanhas

Melhora na reputação e entregabilidade

Melhora a qualidade da sua base de emails, excluindo o lixo e os emails prejudiciais

Aumenta o Retorno pelo Investimento (ROI), pois você pode concentrar suas estratégias e esforços só nos contatos que são válidos

Ou seja, utilizar um programa de validação de email parece uma aposta certa para otimizar os resultados da sua campanha de email marketing, não é? Bom, depende. Como cada ferramenta trabalha de forma diferente e apresenta resultados diferentes, é preciso ter algumas coisas em mente antes de contratar esse serviço.

Afinal, vale ou não a pena usar os validadores de email?

Ícone resposta sim

Bom, e então? A resposta é sim, porém a escolha vai depender de vários fatores.

Não há nenhum programa que garanta 100% de sucesso no processo de verificação dos endereços de sua base de emails. Por isso, é importante alinhar as suas expectativas e ter em mente que é preciso sempre ter um pé atrás na hora de tratar da sua lista de emails.

Nos fins das contas, a única maneira infalível de identificar um Hard Bounce é enviando um email para ele (e, bem, levando o Hard Bounce). Esta é a única maneira segura de saber se um email é prejudicial ou não, porém fazer isso prejudica a reputação da sua conta e a entregabilidade da sua campanha.

A melhor forma de atuar com certeza é com listas de emails recentes e confiáveis, que foram construídas pouco a pouco e organicamente.

Porém, esse nem sempre é o caso. E ter que se desfazer de uma base enorme de emails que não receberam o tratamento adequado até agora pode não ser a melhor opção.

O que você pode fazer é realizar uma boa limpeza na sua lista de endereços atual, fazer uma segmentação adequada dos seus contatos e modificar o tratamento que você dá aos novos contatos que adquire. A validação e o cuidado com sua lista de emails devem ser constantes e são fundamentais para o sucesso de suas campanhas de email marketing.

Existem alguns programas de gerenciamento e envio de campanhas de email marketing que oferecem um serviço muito interessante. Eles realizam uma espécie de “teste” antes de disparar a campanha oficial. Caso o envio ultrapasse o limite de 3% de Hard Bounces, ele suspende a campanha para preservar a reputação da sua conta e evitar bloqueios. Por isso, pode ser interessante para a sua estratégia de email marketing cruzar as diferentes funcionalidades dos programas, conseguindo assim, otimizar o seu resultado.

Leia tudo o que puder sobre os diferentes programas e os serviços que eles oferecem para poder realizar a escolha mais compatível com o seu negócio e com os objetivos da sua estratégia de marketing digital. Hoje em dia, com a atualização constante dos softwares e das políticas de verificação dos provedores, o estudo e a pesquisa nunca serão demais.

Ferramentas úteis para melhorar a entregabilidade

Existem no mercado algumas ferramentas, pagas ou não, que podem auxiliar na melhora da entregabilidade do seu email marketing. Confira as nossas sugestões:

Logotipo Optinmonster https://optinmonster.com

Se você tem dificuldades para criar (ou aumentar) sua lista de contatos de forma orgânica, o Optinmonster pode ser bastante útil. Segundo a ferramenta, 70% dos visitantes nunca retornam a um site, e o objetivo é capturar esses contatos para que a sua empresa possa seguir impactando-os com conteúdo de qualidade. Com o Optinmonster você pode realizar testes A/B, segmentar suas listas, criar pop-ups para atrair a atenção dos visitantes e mensurar seus resultados com a ferramenta de análise oferecida pelo serviço.

Logotipo Hello Bar https://www.hellobar.com

Criada por Neil Patel, um dos mais conhecidos gurus do Marketing Digital mundial, essa ferramenta também promete aumentar o número de inscritos na sua newsletter através de uma barra superior bastante discreta - mas que oferece excelentes resultados. Você pode personalizar a barra e os campos de captação de acordo com suas preferências: basta configurar a sua barra no próprio site, gerar um código HTML e instalá-la em seu site Wordpress através de um plugin próprio.

Logotipo VWO https://vwo.com

O Visual Web Optimizer é uma excelente ferramenta para realizar testes A/B, mas a sua funcionalidade mais impressionante é o “mapa do calor” (também chamado de heat map), que mostra onde os usuários estão clicando mais e apontando o ponteiro do mouse durante a leitura do seu email marketing. Dessa maneira, você consegue mapear as suas mensagens e identificar quais são os pontos que chamam mais atenção da sua audiência.

Logotipo Button Optmizer http://buttonoptimizer.com

Uma das partes mais importante de um email marketing, especialmente os comerciais, é o botão de CTA (call to action), que deve ser chamativo e fácil de clicar em qualquer dispositivo. Com o Button Optmizer é simples e rápido criar um botão bastante eficiente, com efeitos como sombras e ícones, entre outros. Depois de pronto, basta copiar o código (CSS ou PNG) e inserir na sua mensagem.

Logotipo PutsMail https://putsmail.com

Embora a maioria das empresas de email marketing ofereçam a possibilidade de realizar envios teste, muitas vezes os profissionais sentem falta de receber uma cópia funcional na caixa de entrada e ver como a mensagem é entregue na prática. E essa é a função do PutsMail, ferramenta desenvolvida pela Litmus: basta inserir o assunto, o código HTML e até 10 contatos de email para que recebam uma prévia da mensagem. Além disso, é possível enviar até versões para o Apple Watch.

Concluindo...

Como você pôde descobrir ao longo desse conteúdo, criar uma campanha de email marketing bem sucedida depende de diversos fatores. Porém, antes de trabalhar no desenvolvimento das suas mensagens, é necessário se concentrar na entregabilidade do email marketing - um trabalho que começa bem antes do primeiro envio.

É necessário ter cuidado com a qualidade do servidor, com a sua lista de contatos, e até com as palavras e imagens utilizadas no email marketing para garantir que a sua mensagem seja entregue na caixa de entrada, e não na caixa de SPAM.

Aqui no Nitronews estamos prontos para aquecer o IP, oferecer todas as autenticações e ajudar nossos clientes a criar as melhores campanhas de email marketing do mercado.

Além disso, nossa ferramenta conta com diversas funcionalidades que fazem a diferença na entregabilidade de suas mensagens, como higienização da base e templates HTML. Se você não tem tempo para pensar em todos os detalhes da sua campanha, conte conosco.

E boas entregas!

Fontes:

E-book “As métricas secretas da entregabilidade 2019”, Return Path https://www.antispam.br As ferramentas de email marketing mais importantes https://rockcontent.com/blog/ferramentas-de-email-marketing

Conclusão