15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
10 erros mais comuns de email marketing que você pode evitar

Os 10 erros mais comuns no email marketing (e que você deve evitar)

O email é um dos canais de marketing mais poderosos que sua empresa pode usar para se conectar aos consumidores. O email marketing não apenas oferece o ROI mais alto entre as ferramentas de marketing conhecidas, como também permite que você aumente sua presença de maneira pessoal, criando uma conexão individual com um grande número de usuários. É uma linha direta de comunicação com clientes em potencial, que os compele a se tornarem consumidores fiéis ao longo do tempo.

Mas se você não tomar cuidado na hora de configurar suas mensagens, seu sucesso com o email marketing poderá variar bastante e trazer resultados sem consistência alguma – o que tornará seus planejamentos futuros mais complicados. Detalhes que parecem inofensivos podem ser o que determina se o destinatário vai abrir ou não o seu email, por exemplo.

Por isso, preparamos uma lista com os dez principais erros que os profissionais de marketing cometem quando se trata de email. Evitar esses erros comuns de email deve ajudá-lo a se conectar e permanecer conectado à sua lista de contatos. O email marketing é bem-sucedido quando gera confiança, o que gera engajamento e coloca você na mente dos destinatários como especialista em serviços prestados. O email marketing pode ajudar a posicionar você para ser o primeiro a ser procurado por alguém quando surgir a necessidade de seus serviços.

A boa notícia é que, depois que você souber quais erros evitar, poderá conquistar mais clientes em potencial mais rapidamente. Continue lendo e confira!

Os 10 erros no email marketing que você deve evitar:

1. Não demonstrar empatia por seus destinatários

Não demonstrar empatia por seus destinatários

Algumas empresas mancharam a reputação do email marketing enviando mensagens aleatórias que entulham as caixas de entrada de seus destinatários. Não seja esse tipo de empresa! Você não apenas terá resultados ruins, mas também tornará a comunicação por email ineficaz a longo prazo.

Uma abordagem melhor é enviar emails relevantes, personalizados por segmentos de lista que fornecem valor. Esse tipo de empatia por seus destinatários não apenas tornará seu canal de email um sucesso a longo prazo, mas também tornará as pessoas que estão recebendo seus emails mais abertas para receber as mensagens que você envia.

Se você deseja que seus clientes esperem ansiosos para receber seus emails, envie mensagens relevantes e valiosas para eles. Coloque-se no lugar de seus contatos antes de enviar cada mensagem: esse email é relevante para o meu público? Eu gostaria de receber essas mensagens nessa mesma frequência? Empatia é tudo na hora de configurar sua campanha!

2. Não definir uma meta ou objetivo para o seu e-mail marketing

Não definir uma meta ou objetivo para o seu e-mail marketing

Nem todos os emails têm o mesmo objetivo, e deve ser assim. As pessoas da sua lista vêm de várias lugares e têm perspectivas diferentes sobre diferentes assuntos.

O objetivo dos emails enviados para contatos novos deve ser o de que o cliente em potencial abra sua mensagem. Fazer com que eles abram seus emails nesse estágio é fundamental.

Os emails enviados para outros segmentos da sua lista são mais adequados para ter metas orientadas para a ação, como clique ou resposta. É menos desafiador conseguir que os assinantes envolvidos abram seu email, então o desafio é fazê-los dar o próximo passo.

À medida que você continua alimentando seus clientes em potencial, seu objetivo deve ser levá-los de volta ao seu site para exibir conteúdo específico e potencialmente levá-los para o próximo estágio no ciclo de compras.

O objetivo do seu email deve ditar a estrutura da mensagem. Isso inclui o endereço de remetente, linha de assunto, conteúdo, formato e chamada para a ação, que podem (e devem) ser diferentes em mensagens criadas para engajamento, vendas ou fortalecimento da marca.

3. Não usar gatilhos de comportamento

Não usar gatilhos de comportamento

O envolvimento de um cliente em potencial com seu email ou site deve ser usado para enviar mensagens mais direcionadas. Esses comportamentos fornecem um contexto sobre o que é importante para o futuro consumidor, deixando o caminho aberto para que você possa criar confiança.

Por exemplo, se um cliente em potencial visita três artigos sobre um tópico específico, você pode enviar alguns emails que se aprofundam nessa área de especialização. Ao enviar mensagens relevantes para usuários específicos, você cria confiança e se estabelece como especialista.

Comece identificando os comportamentos que oferecem oportunidades para você enviar emails mais direcionados. Por exemplo, crie um segmento de possíveis clientes que acessaram 2 a 3 artigos sobre um tópico específico, mas não fizeram o download do seu e-book sobre o assunto. Os emails direcionados criam experiências mais relevantes e valiosas para seus assinantes.

4. Não realizar testes

Não realizar testes

Tarefas aparentemente simples, como testar uma linha de assunto antes do envio, podem fazer maravilhas pelos números de envolvimento da sua campanha de email marketing. Digamos que você tenha uma lista de 10.000 contatos. É hora da sua próxima campanha, que será enviada para toda a sua lista. O email que você envia recebe uma taxa de abertura de 15% e uma taxa de cliques de 2%. Ou seja, 1.500 pessoas abrem seu email e 200 clicam. Não são números ruins, mas podem melhorar.

E se você testasse a linha de assunto do seu email em 1.000 contatos da sua lista antes de enviar a mensagem para todos os destinatários restantes?

Imagine que o teste de email A recebe uma taxa de abertura de 15% e o teste de email B, enviado com uma linha de assunto diferente, obtém uma taxa de abertura de 18%. O teste de email A possui 75 aberturas e o teste de email B possui 90 aberturas. Supondo que seu envio final também tenha uma taxa de abertura de 18% (a mesma do segmento vencedor no teste), você receberá 1.620 aberturas dos 9.000 envios restantes enviando o email B para o restante da sua lista.

São 1.785 aberturas no total da mesma lista, em oposição às 1.500 aberturas que você obteve sem testar. Ao testar este email, você envolveu mais 285 pessoas. Já que você se esforça muito para criar seu conteúdo, vale a pena gastar 15 minutos extras para configurar um teste que ajude a gerar mais engajamento.

5. Não usar o pré-header

Não usar o pré-header

Conforme vimos antes, uma excelente linha de assunto pode realmente ajudar a sua taxa de abertura de email. No entanto, mesmo que você use uma ótima linha de assunto, se não usar um pré-cabeçalho complementar, estará perdendo a oportunidade de melhorar ainda mais sua taxa de abertura.

O texto pré-header é aquele exibido na caixa de entrada de um provedor de email após a linha de assunto. Se você não otimizar isso, o serviço de email do destinatário poderá exibir os primeiros trechos de texto legíveis disponíveis. Pode ser “Imagem do banner / Clique aqui para ler no navegador…”. Isso não é só confuso, como também faz com que seu email pareça desleixado e pouco profissional.

Ao não usar o texto no pré-header, você está perdendo um lugar valioso na caixa de entrada, que pode levar alguém a se envolver com seu email. Pense no pré-cabeçalho como uma oportunidade para destacar o benefício de abrir seu email.

6. Não segmentar sua lista para obter o máximo envolvimento

Não segmentar sua lista para obter o máximo envolvimento

Engajamento gera engajamento. Portanto, se você não enviar emails para uma lista amplamente envolvida com as suas mensagens, seu engajamento geral não será tão forte quanto poderia ser. Envie para seus contatos envolvidos primeiro. O engajamento inicial sinalizará aos provedores de serviços de email que essa mensagem deve ser colocada nas caixas de entrada principais e aumentará sua taxa geral de engajamento.

Para aumentar o posicionamento e o envolvimento da caixa de entrada entre contatos não-engajados, integre lentamente segmentos não engajados a segmentos engajados maiores da sua lista de marketing.

Você também deve considerar a possibilidade de configurar um programa de reengajamento para leads que não se engajaram após receber vários emails por um longo período de tempo. Isso permitirá que você remova automaticamente os contatos que não são reativados, o que ajudará a manter sua lista limpa.

7. Não limpar sua lista

Não limpar sua lista

O envio regular de emails para grandes listas de contatos não engajados comprometerá a reputação do remetente e, posteriormente, a capacidade de estar nas caixas de entrada. Por razões semelhantes, é importante limpar sua lista. O envio regular para endereços de email inválidos afetará negativamente a reputação do remetente – que poderá ser relegado para a lista de SPAM.

Além disso, se você não estiver limpando sua lista e enviar mensagem para um endereço de email fraudulento, muitas vezes usados como iscas pelos provedores de email, poderá entrar na lista negra, o que terá um impacto duradouro na sua capacidade de entrar nas caixas de entrada.

8. Ignorar as configurações técnicas que melhoram o posicionamento

Ignorar as configurações técnicas que melhoram o posicionamento

Possuir uma boa reputação de remetente é um elemento importante para ter sucesso com o email marketing. É essencial configurar o DKIM (DomainKeys Identified Mail) e o SPF (Sender Policy Framework) para se autenticar como remetente do seu provedor de serviços de email.

Os itens de configuração técnica sobre autenticação de email, capacidade de entrega e posicionamento da caixa de entrada geralmente são ignorados, mas são importantes para obter as ferramentas básicas de filtragem de email. Implemente-os ou seja relegado para fora de muitas das caixas de entrada principais do destinatário.

9. Enviar emails com alta proporção de imagem para texto

Enviar emails com alta proporção de imagem para texto

Usar imagens em um email não é uma coisa ruim. Às vezes, as fotos ou ilustrações ajudam a criar clareza no discurso de maneiras que vão além do que você pode fazer com o texto. No entanto, não exagere nas imagens à custa do texto. A inclusão de fotos grandes com pouco texto é problemática por três razões principais:

Em primeiro lugar, as ferramentas de filtragem de email podem barrar automaticamente seu email da caixa de entrada se a proporção de imagem para texto for muito alta.

Segundo, as imagens (mesmo quando compactadas) precisam ser baixadas pelo servidor do seu destinatário. Tanto o tamanho quanto a quantidade de imagens usadas em um email podem fazer com que ele seja carregado lentamente ou que simplesmente não seja carregado.

Terceiro, se o destinatário tiver imagens desativadas nas configurações, provavelmente perderá a mensagem que você está tentando transmitir em seu email.

10. Não enviar e-mails, ou enviar poucos emails

Não enviar e-mails, ou enviar poucos emails

Talvez surpreendentemente, o maior erro que muitas empresas especializadas cometem é não usar o email o suficiente. O email não apenas fornece consistentemente o maior retorno de seus esforços promocionais, mas também é um dos poucos canais que são acessíveis para empresas de todos os tamanhos. Se você não estiver usando email regularmente, seus esforços em marketing serão em vão. É difícil replicar uma interação consistente e personalizada em outros canais na escala que o email oferece.

Sem enviar emails constantemente para sua lista, suas taxas de rejeição aumentarão. Isso afetará negativamente a entrega e o posicionamento da caixa de entrada, porque seu envolvimento geral será reduzido. Para manter sua marca no topo da mente de seu contato, o envio consistente de emails os lembrará de que você está por perto e que conhece suas preferências.

Sugerimos enviar pelo menos uma newsletter por semana, se você tiver conteúdo para sustentá-la. Se você não tem o conteúdo para apoiar uma estratégia de envio semanal, não preencha o espaço com emails de vendas. Em vez disso, ajuste sua programação e envie de 1 a 3 emails por mês, mas tente ser consistente no dia e horário de envio para que seus assinantes se acostumem a esperar o conteúdo.

Gostou das dicas? Acha que faltou algum erro? Use a caixa de comentários e compartilhe sua opinião conosco!

Post anterior
Como criar personas de clientes baseadas em dados
capa jornada do cliente
Próximo post
Jornada do cliente: saiba como ela impacta na sua taxa de conversão

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!