15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://www.nitronews.com.br/blog 300 true
tipos de conteudo sua landing page

Tipos de conteúdo para sua Landing Page

A landing page se apresenta hoje, como uma solução fundamental em uma estratégia de marketing digital. Por meio dela, a marca pode aumentar os seus clientes e consequentemente as vendas e a receita, o que pode levá-la a se tornar mais competitiva no mercado. Tanto isso é verdade que, de acordo com alguns estudos, essa estratégia pode aumentar a taxa de conversão em mais de 50%, desde que ela seja feita para se tornar poderosa.

Mas, e então, gostaria de saber mais sobre essa estratégia, como por exemplo, quais tipos de conteúdos podem ser adotados em uma landing page? Em caso de resposta afirmativa, continue a leitura e descubra!

Afinal, o que é uma landing page?

afinal o que é uma landing page?

Etimologicamente, landing page significa página de aterrissagem ou de destino. Na ótica do marketing digital, essas duas interpretações levam a um só um significado: fazer com que determinado visitante de uma página se transforme em um lead/potencial cliente ou numa oportunidade de negócio, seguindo, se for o caso, para o site da marca – literalmente, ele aterrissa em um espaço que lhe oferece a solução para o seu problema.

Assim, podemos dizer que uma landing page possui uma simples, mas complexa missão: gerar leads para uma marca, de modo que assim, ela possa aumentar o número de clientes e consequentemente o de vendas.

Por que é uma estratégia simples e ao mesmo tempo complexa? Para se elaborar uma landing page, é preciso considerar uma série de fatores, como o perfil do público a que ela se destina, layout, chamada para ação, conteúdo e como ou de que forma atrair o visitante, fazendo com que ele ceda os seus dados para, em troca, receber algum atrativo.

As landing pages são muito utilizadas nas estratégias de Inbound Marketing, onde o objetivo é captar leads com conteúdos atrativos, nutrindo-os com mais conteúdo até convertê-los em clientes.

Qual é a importância da landing page em sua estratégia de marketing digital?

landing page em estrategia de marketing digital

A landing page está para o ambiente digital como o folheto está para a estratégia de captação de clientes no espaço offline.

Então, se você atua na web e deseja expandir os seus negócios, adotar uma landing page é quase que uma obrigação para que alcance isso. É claro que existem outras estratégias que podem lhe ajudar a conquistar tal objetivo, como o marketing de conteúdo, anúncios pagos, campanhas digitais etc. Mas a landing page se coloca em sua estratégia de crescimento como uma peça fundamental, pois o seu foco reside justamente em converter visitantes em leads. Diferentemente de outras estratégias, que pode também ter a função de educar o cliente, fornecendo para isso conteúdos de qualidade e relevantes, tal solução só foca na conversão, o que faz dela essencial para a sua marca.

Por trás da criação de uma landing page, existe uma justificativa que sustenta a sua elaboração. A começar pela jornada de compra do cliente. Os especialistas em marketing digital acreditam que após a revolução digital, a jornada de compra do consumidor mudou. Ele passou a ser mais crítico e a pesquisar mais sobre o produto antes de comprá-lo. Para isso, segue um caminho:

jornada de compra do cliente
  • Aprendizado e Descoberta

No início da jornada o consumidor não tem plena consciência da sua necessidade/problema. Ele ainda está despertando interesse por um serviço ou produto. 

  • Reconhecimento do Problema

Nessa etapa já se tem consciência do problema/necessidade com mais profundidade. Qualquer estímulo que receber irá reforçar esse reconhecimento. 

  • Pesquisa e resolução de dúvidas

Aqui, o potencial cliente já inicia a pesquisa sobre o produto ou serviço que deseja comprar, utilizando o Google ou outro mecanismo de busca.

      –    Sites que fornecem respostas ou soluções

Encontra sites ou páginas que oferecem respostas para as suas dúvidas. Mais que isso, na verdade, algumas até oferecem provas sociais de quem já utilizou o produto ou serviço. Até aí, o visitante não é cliente, mas um potencial cliente. Ele conhece não só o site de sua empresa, mas vários outros. Por isso, é preciso fazer com que ele permaneça em seu site ou fique interessado em algo mais para assim, se tornar um cliente.

É aqui que entra em cena a landing page, como uma peça que pode coletar os dados do visitante, para que a empresa possa se aproximar dele, oferecendo mais soluções para resolver o seu problema, até fazer com que ele se torne, de fato, um cliente. O caminho é longo, porém, pode trazer bons resultados para a sua marca.

Mas, e então, a landing page não é somente uma estratégia alinhada ao contexto contemporâneo, mas ela também pode aumentar a taxa de conversão de visitantes em mais de 50%, conforme apontamos no início deste artigo.

Quais resultados uma landing page pode gerar para o seu negócio?

resultados de uma landing page

A partir de um levantamento feito por uma agência de marketing digital sobre algumas landing pages que obtiveram boas taxas de retorno, podemos verificar como essa solução pode fazer um grande diferencial no aumento de clientes de uma empresa. A seguir, confira as cinco marcas que fizeram parte da pesquisa. Com o objetivo de preservar a nossa política de criação e divulgação de conteúdo, daremos a cada organização uma letra do alfabeto.

Empresa A

A empresa A conseguiu, a partir de uma landing page bem elaborada, se destacar em meio a uma enxurrada de promoções e ofertas na época da Black Friday, um dos eventos mais importantes para quem atua no ambiente digital, sobretudo.

Ela alcançou, mesmo em meio a um período em que a concorrência se torna ainda mais acirrada, uma taxa de conversão de 31%.

Empresa B

A empresa B foi ainda mais longe e conseguiu a partir de sua landing page aumentar a taxa de conversão em 44,1%, o que fez com que ela aumentasse o número de vendas e de oportunidades de negócios.

Empresa C

A empresa C apostou numa landing page em que a contrapartida fosse um produto educativo. Assim, para atrair potenciais clientes, ofereceu um e-book sobre como criar uma empresa. Dúvida que é compartilhada com muitas pessoas que pensam em abrir seu próprio negócio.

O resultado não poderia ser diferente. Alcançou uma taxa de conversão de 73%.

Empresa D

A organização D foi muito estratégia e passou a divulgar a sua landing page não apenas no espaço online, mas também no offline, estratégia que entrou, de certo modo, no esquecimento de muitos empreendedores, em razão da própria lógica dos tempos em que estamos vivendo, em que tudo se resume ao digital.

A página passou a ser divulgada nos cursos que a marca oferece, o que fez com que ela obtivesse uma taxa de conversão de 80,3%. Um espetáculo de resultado.

Empresa E

Por fim, temos a empresa E, a campeã em taxa de conversão. Ao contrário da maioria das organizações que oferece produtos como e-books, livros digitais, artigos, dicas, entre outros conteúdos, essa empresa propôs uma solução diferente: ofertou um arquivo digital que poderia ser impresso e transformado numa caixa para uso diário.

O resultado dessa inovação e criatividade na criação de uma landing page diferente foi uma taxa de conversão de 96% – um aumento de quase 100%, no que diz respeito à oportunidade de negócios.

Quais são os elementos de uma landing page eficaz?

elementos de uma landing page eficaz

Uma landing page não precisa ser uma página complexa, cheia de textos, imagens, vídeos, entre outros conteúdos, para alcançar a sua missão. Ela precisa ser simples e apresentar os seguintes elementos:

Título e subtítulo

Esses dois itens precisam ser simples e objetivos, mas atrativos o suficiente para garantir que se tornem atrativos.

Conforme um levantamento realizado por uma agência de marketing, a cada 10 pessoas que aterrissam em uma página, somente 8 leem o seu cabeçalho e 20% o restante do conteúdo. O que isso quer dizer? Que deve dar atenção especial a esses dois elementos, para que assim consigam fisgar o olhar de potenciais clientes.

O título e o subtítulo devem transmitir, em poucas palavras, a proposta da landing page, portando, nada de enrolação.

Imagem

Certamente, você já deve ter lido por aí, em algum lugar, a seguinte expressão: uma imagem vale mais do que mil palavras. Existe verdade nessa frase, ao menos no caso de uma landing page. Por isso, é fundamental que selecione uma imagem diferenciada, que transmita mais do que o texto que está contido na peça principal e que seja capaz de prender a atenção do potencial cliente.

Como dica, não se deve usar imagem genérica, pois pode comprometer a estratégia e fazer com que não alcance os resultados que almeja.

Descrição da oferta

A descrição da oferta é também um dos elementos de uma landing page eficaz, mas ela não deve ser produzida de todo jeito. É preciso que ela seja clara, objetivo e simples, para que assim, não gere dúvidas.

Para melhor a leitura por parte do potencial cliente ou visitante, é fundamental que crie uma descrição com frases curtas e bem elaboradas. Os especialistas, em geral, recomendam construir frases com no máximo 20 palavras. Isso melhora a experiência de leitura e garante que a página seja acessível a todos aqueles que não dispõem de muito tempo para realizar leituras atentas.

Como sugestão, na descrição da oferta, aponte os seguintes aspectos: aponte os benefícios da solução que está oferecendo, para que assim, o visitante se sinta estimulado a deixar os seus dados e a receber o produto; se possível, use bullet points, pois também pode melhorar a experiência de leitura do potencial cliente; faça uso de tecnologias para facilitar a leitura da mensagem que deseja transmitir, como vídeos.

Chamada para ação (CTA)

O CTA é o xeque-mate em uma landing page. É clicando nele que o visitante formaliza o seu interesse na oferta. Por isso, ele precisa ser atraente. Em geral, ele tem o formato de uma bola ou quadrado e fica localizado abaixo do formulário.

Formulário

O formulário é um dos itens mais importantes em uma landing page, pois é por meio dele que a empresa coletará os dados do potencial cliente para posteriormente manter contato, utilizando para isso diversos instrumentos, como e-mail marketing, SMS marketing ou ligação telefônica.

No formulário, coloque os dados que necessitar coletar do visitante. Em geral, pedem-se nome completa, empresa que trabalha, telefone e e-mail. É bom também colocar nele um captcha (anti-spam), assim a sua empresa não perde tempo entrando em contato com robôs.

Oferta

A oferta diz respeito ao produto que concederá ao visitante como uma forma de compensá-lo pode deixar os seus dados. Aqui, já citamos alguns exemplos de ofertas: e-book, artigos, dicas, cursos e arquivos que podem ser imprimidos e transformados em produtos físicos para uso cotidiano.

Quais são os tipos de ofertas/conteúdos que podem ser adotados em uma landing page?

A partir do que já apresentamos, pode-se ter uma ideia a respeito da resposta que daremos. 

Então, em geral, uma landing page é composta por diversos conteúdos, como texto, vídeo, imagens, infografia, animação, entre outros, o que significa dizer que é possível adotar praticamente todos, desde que se encaixem perfeitamente na página, não gerando excessos.

Na verdade, até se recomenda fazer uso de mais de um tipo de conteúdo em uma landing page, justamente para garantir que ela se torne mais atrativa, seria ou não seria chato contar com uma solução como essa produzida somente a base de texto, que é um formato de conteúdo? Certamente, sim. Para evitar o tédio que isso pode gerar, aplica-se mais de um conteúdo.

Faz-se importante fazer um destaque: quem também vai definir o conteúdo que deve ser adotado em uma landing page é o público a que ela se destina. Se for a jovens, por que não usa animação ou um conteúdo menos formal? Se for pessoas mais velhas, por que não contar com vídeos explicativos, que facilitam a leitura, que necessariamente não precisa ser por meio de textos?

Em suma, pode-se usar os mais diversos tipos de conteúdos em uma landing page. O que importa mesmo é usar e abusar da criatividade para criar uma solução que realmente faça a diferença, aumentando o número de clientes de uma empresa, bem como sua receita.

Conteúdos para landing page

Há outro tipo de conteúdo além do que citamos anteriormente. Esse tem relação com o produto/conteúdo que irá ser oferecido como uma forma de incentivar as pessoas a se cadastrarem na landing page.

Como vimos, a partir de alguns exemplos que damos, existem diversos tipos de conteúdos que podem fazer parte de uma landing page e assim atrair mais pessoas. Contudo, vale enfatizar que o conteúdo deve ser escolhido em razão do perfil do público a que ele se destina. Geralmente, A seguir, conheça os principais:

E-book

e-book

O e-book se coloca como um dos conteúdos mais comuns em landing page. Geralmente, o e-book fornecido apresenta algum conteúdo que tenha relação com o universo em que a empresa atua ou é bem específico, buscando se aproximar de uma persona. Por exemplo, os gerentes ou gestores de marketing digital.

O e-book não só alimenta o lead, mas também educa e ajuda o potencial cliente a resolver alguma situação que esteja passando.

Vídeo-aula

A vídeo-aula também se insere no rol de conteúdos mais fornecidos em uma landing page. Esse conteúdo costuma ser mais atrativo para pessoas que não têm tanto tempo para fazer uma leitura mais profunda sobre temas que tenham interesse. A vídeo-aula aborda teorias, assuntos, dicas, enfim, algum tema que possa prender a atenção do visitante.

Planilha administrativa

planilha administrativa

As empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte, estão sempre buscando por soluções para garantirem o aumento de sua eficiência, produtividade e lucro. Nesse sentido, muitas organizações têm oferecido em sua landing page planilhas administrativas, que podem ajudar no alcance de tais objetivos.

É uma solução que pode atrair mais visitantes, bem como aumentar o número de cadastros feitos na landing page.

Consultorias ou avaliações

consultoria e avaliacoes

As consultorias ou avaliações como ofertas em landing page são, geralmente, fornecidas por empresas que são ligadas ao setor de saúde e à gestão.

É tipo assim: faça seu cadastro e garanta uma consultoria gratuita. Consulte as condições.

É uma forma de fazer com que o potencial cliente não só se cadastre na landing page, mas também experimente os serviços oferecidos pela marca, podendo, com isso, dar continuidade.

Material criativo

material criativo

Como vimos, a partir do exemplo da empresa E, é possível também fornecer materiais digitais criativos, como arquivos que permitem que as pessoas imprimam e criem produtos físicos, como: caixa para colocar jóias, documentos etc. Enfim, produtos que tenham relação com os interesses da empresa.

Uma landing page quando é bem elaborada, ela pode colaborar significativamente para o crescimento de uma marca. O conteúdo é apenas parte desse processo.

Post anterior
Os benefícios de assinar o Amazon Prime no Brasil

Aprenda sobre marketing digital!

Fique por dentro das novidades em nosso blog e obtenha o máximo de suas ações de marketing digital.

Email cadastrado com sucesso!